Câmara Municipal discute situação da Emurc

Na tarde dessa terça-feira, 14, a Câmara Municipal de Vitória da Conquista (CMVC) discutiu a situação da Empresa Municipal de Urbanização de Vitória da Conquista (Emurc). A discussão aconteceu durante a audiência pública solicitada pelo mandato do vereador Luís Carlos Dudé (PTB), líder do Governo na Casa.

A Câmara ouviu o presidente da empresa, José Willian, o diretor administrativo, Raimundo Nova, o diretor técnico da Emurc, José Marcelino Rosa e o Procurador Geral do Município, Murilo Mármore, que também foi o 1º presidente da Emurc.

Luís Carlos Dudé (PTB)

O vereador Luís Carlos Dudé, propositor da audiência pública sobre a Emurc, agradeceu a presença dos demais vereadores para debater o tema. Segundo o Dudé a iniciativa de fazer essa discussão na Câmara, partiu de sua preocupação com esta empresa que faz parte da história da cidade. “Estava me lembrando aqui, a Emurc já pavimentou a cidade de Barra do Choça, de Guanambi e pode pavimentar diversos outros municípios. Essa empresa não pode fechar”, defendeu. Para o vereador tanto a bancada de situação e oposição estará comprometida em defender a continuidade da Emurc. “ Não vamos parar aqui. Vamos discutir, debater, chegar a um denominador comum, e se for preciso ir a brasília. Mas vamos encontrar uma solução”, afirmou.

José Willian

Para o atual presidente da Emurc, José William de Oliveira Nunes , é uma satisfação muito grande ter essa oportunidade de expor a real situação da empresa à Câmara de Vereadores e a toda população conquistense. Segundo o mesmo, apesar de sua importância, com o passar do tempo a Emurc não foi bem gerida, o que hoje a colocou na situação de saldo negativo. “ Ao ponto de hoje ser surpreendida com o bloqueio das contas. São cerca de 34 milhões de dívidas cristal, e 3 milhões para fornecedores”, afirmou. “A empresa tem hoje vários contratos assinados pela administração passada e que tem que ser executadas, mas temos dificuldade porque a empresa não tem capital de giro e nem crédito”, completou.

Ainda segundo o presidente da empresa, a equipe da empresa chegou a conclusão que precisa de aporte financeiro para continuar a execução das obras e as suas atividades e pediu também o apoio da Câmara de Vereadores. “Estamos enfrentando sérias dificuldades, a única coisa que vem segurando a empresa é o suporte que o prefeito vem dando e a promessa de recuperar a Emurc”, afirmou. José William apontou também erros em obras da gestão passada, como nos cruzamentos da BR 116, obras no anel viário, entre outras. “ A obra da perimetral, por exemplo, foi só publicidade do governo passado. Ela é uma obra sem planejamento. E devemos garantir que o dinheiro público seja melhor aplicado, seja usado em obras duráveis”, afirmou.

José Marcelino

Em seu pronunciamento, o diretor técnico da Emurc, José Marcelino explicou que a empresa está dando continuidade às obras já contratadas pela Prefeitura Municipal como é o caso da Avenida Perimetral, de corredores de ônibus e do sistema binário da Avenida Alagoas.

O diretor técnico explicou ainda que a empresa realizará obras de recuperação da pavimentação das avenidas Rosa Cruz, 2 de Julho e Siqueira Campos.

Murilo Mármore

O ex-prefeito de Vitória da Conquista e ex-presidente da Emurc, Murilo Mármore, em uso da tribuna, agradeceu a iniciativa da Câmara Municipal de discutir a situação da empresa. “A Emurc é um patrimônio do município em termos de realização e eficiência”, justificou. Segundo Murilo, enquanto ele e outros gestores estiveram a frente da Emurc, a empresa trazia recursos de fora para Conquista. “Agora é um quadro triste esse da Emurc, deixar de ser um bem que traz dinheiro para a cidade, para ser um a grande dívida do município”, lamentou. “ Fico estarrecido vejo que outras empresas sendo contratadas para fazer obras aqui, quando temos uma empresa que prestava serviços não só pra Conquista, mas para outros municípios também”, completou. Murilo Mármore pediu ainda aos vereadores de oposição o apoio para que em breve Conquista possa ter de novo uma empresa pública que já deu muito certo.

Raimundo José

O Diretor administrativo da Emurc, Raimundo José, apontou que a Emurc vive uma situação financeira que inspira cuidados. “A nossa situação financeira é caótica nesse momento”, revelou o diretor.

Ele avisou que será solicitada a subvenção econômica da empresa a fim de garantir que ela possa arcar com os recursos de custeio das obras realizadas.

Redacão Jornal do Sudoeste

Redacão Jornal do Sudoeste

Desde seu lançamento, o JS vem revolucionando a imprensa regional. Foi e continua sendo pioneiro na adoção de cores em todas as suas páginas e no lançamento de suplementos especiais que extrapolam o simples apelo comercial, envolvendo a comunidade em reflexões sobre temas de interesse geral por ocasião do Natal e dos aniversários de emancipação de municípios da sua área de abrangência de circulação.
Categorias