Câmara reinstala comissão que debate prisão em segunda instância

Proposta discutida alteraria os artigos 102 e 105 da Constituição. Texto já havia sido aprovado pela CCJ em 2019

 

Por Poliana Fontenele/ Agência Brasil 61

 

Nesta quinta-feira (15), a Câmara dos Deputados reinstalou a comissão especial que discute a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 199/19 que trata da prisão de pessoas condenadas após o julgamento em segunda instância. O julgamento em segunda instância é aquele realizado por tribunais que revisam decisões de juízes de primeira instância.

Atualmente, a possibilidade destes recursos se estenderem ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) e ao Supremo Tribunal Federal (STF) retarda o trânsito em julgado, o que pode levar anos.

A proposta em discussão alteraria os artigos 102 e 105 da Constituição, permitindo a execução imediata das decisões das cortes regionais, como os Tribunais Regionais Federais, e acabando com os recursos por parte do STF e STJ. O texto já passou pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara em 2019 e agora precisa do aval da comissão especial para seguir ao plenário.

Foto de Capa: Marcello Casal Jr./ Agência Brasil.

Jornal do Sudoeste

Os comentários são de responsabilidade de seus autores.

Deixe seu comentário

Categorias ,