Carreiras UniFTC: Por que o autoconhecimento é importante para a vida pessoal e profissional?

No dia 27 de agosto, se comemora o Dia do Psicólogo. A data celebra a profissão que, ao longo de décadas, vem quebrando o preconceito que a associa ao estereótipo da loucura, da fraqueza e da perda de controle. Ciência que estuda o comportamento e a mente humana, a Psicologia vem sendo reconhecida como uma ferramenta para que o indivíduo se sinta bem consigo, com as pessoas com quem se relaciona e com o ambiente à sua volta, de modo a ser capaz de alcançar a felicidade.

A palavra “Psicologia” é de origem grega, que significa “estudo da mente”. Logo, a Psicologia está em cada um de nós: em cada medo, em cada escolha, em cada decisão, nos nossos sucessos e nos nossos fracassos. Onde há seres humanos, haverão emoções, sentimentos bons e ruins, motivações e desmotivações, conflitos, trocas de experiências e tantas outras características dessa interação social.

Os Psicólogos têm um papel importante nestes espaços de interação para compreender o comportamento humano e seu reflexo nas relações interpessoais estabelecidas, seja para avaliar o significado de ações oriundas dessas relações, para melhorar a expressão das emoções, do diálogo e do autocuidado. Em resumo, trata-se de uma boa prática do autoconhecimento, para se ter uma vida de conquistas e realizações.

É comum pensar e nos questionar sobre o nosso futuro. Neste momento, caímos em pensamentos, dúvidas e incertezas, e nos perdemos daquilo que queremos justamente por não nos conhecermos o suficiente para saber por onde começar e dar a alavancada que deseja, seja na vida pessoal, familiar e, principalmente, na carreira profissional. Na prática, a Psicologia tem mostrado a importância do autoconhecimento para se processar todas as mudanças que são desejadas em nossos comportamentos.

A palavra autoconhecimento é usada como forma de situar cada indivíduo “onde ele está”, e começar a se apropriar de sua identidade, do seu potencial, dos seus pontos fortes, das suas fragilidades, seu valor pessoal e, com isso, viabilizar uma escolha profissional com mais autoconfiança. É pensar em “onde se quer chegar”, identificando o potencial, as habilidades e competências socioemocionais que já possuímos, o que precisamos melhorar ou desenvolver para atender às exigências e expectativas de desempenho, e descobrir assim, novos modos de ser e de agir.

O trabalho do Psicólogo é um desafio diário, é assumir o comprometimento ético e a coerência técnica necessárias para promover a escuta e o acolhimento às inquietações e angústias do cotidiano do indivíduo, e assim, ajudar as pessoas a alcançar qualidade de vida e felicidade. Dessa forma, a Psicologia faz diferença na vida de quem a escolhe como profissão, como também de quem a escolhe como intervenção para sua vida, sendo o espaço propulsor de mudança da consciência de si mesmo e seu impacto nas relações familiares, sociais e profissionais.

Parabéns a todos os(as) Psicólogos(as) que fazem a diferença no acolher o outro, e, ao mesmo tempo, reconhece o quanto essa experiência faz a diferença no viver consigo mesmo e na ressignificação de si, conciliando experiências, do amor à dor!

Mirian Conrado

Mirian Conrado

Mirian Conrado é Mestre em Desenvolvimento Humano com experiência em programas de Formação de Líderes Sustentáveis e de Responsabilidade Social Corporativa, Coaching Psychology Health & Welness e programas de Saúde Mental e Emocional do Trabalhador. É psicóloga do curso de Medicina do Centro Universitário UniFTC Salvador.
Categorias