Cinco dicas para iniciar a jornada de diversidade empresarial

Por:  Nina Neves

Conforme o dicionário, diversidade é uma qualidade daquilo que é diverso, diferente, variado; variedade ou ainda, um conjunto variado, multiplicidade. Sabemos como este aspecto oferece benefícios para as empresas, pois têm uma probabilidade maior de alcançar uma performance financeira superior à da concorrência que não o faz, segundo estudo da McKinsey & Company de julho de 2020.

Porém, a realidade é que as oportunidades de emprego e salários ainda são muito desiguais para minorias como negros, mulheres, comunidade LGBTQIA+, entre outros em função do preconceito presente no Brasil e em grande parte do mundo. No entanto, alguns avanços estão acontecendo e já dá para contabilizar iniciativas importantes no universo do trabalho.

  1. Crie um grupo específico para tratar do tema

Para incentivar a inclusão das minorias no mercado, um bom começo é a criação de um grupo específico para tratar do tema diversidade. A iniciativa deve envolver os colaboradores, desta forma dando início ao processo de mudança de mindset dentro da empresa.

  1. Avalie os critérios de seleção da organização

Apesar de vivermos num país miscigenado, geralmente as organizações buscam um padrão de contratação de brancos, homens, universitários, na faixa dos 20 e poucos anos. Por isso, ao identificar este modelo saiba que algo está errado. Para mudar este cenário, é necessário criar políticas que contemplem outros perfis.

  1. Crie oportunidades de capacitação interna

Considere mudar os critérios de avaliação e perceba que não é interessante perder um talento porque ele não fala inglês, por exemplo. Leve a questão como uma oportunidade de incentivar os estudos e fornecer informações para auxiliar na capacitação deste colaborador. A ação trará benefícios para a empresa e ainda é uma oportunidade de desenvolvimento pessoal para este funcionário. Promova pequenas adaptações que são importantes para valorizar as pessoas que queiram trabalhar na sua empresa.

  1. Ofereça conhecimento para o seu time

Promova palestras de pessoas pretas que conquistaram o mercado, apresentações sobre letramento racial, que vai modificar com pequenas atitudes, mas que podem representar um posicionamento implícito, por exemplo, como o uso da palavra denegrir, que é um termo racista e por isso o sinônimo difamar.

  1. Considere o auxílio de especialistas

Outra boa ideia é trabalhar em parceria com  uma consultoria para mapear e ajudar a entender qual o melhor posicionamento e como as iniciativas podem auxiliar e englobar comunidades carentes, entre outras minorias.

Tenha em mente que um ambiente diverso é mais inovador para as operações e para a oferta voltada para os seus clientes. A visão do homem branco hetero é diferente da mulher branca, que é diferente da mulher preta, e também das pessoas que não falam inglês. Entenda que estas diferenças são necessárias, pois elas irão auxiliar a olhar para diversos públicos de maneira inclusiva, no trabalho diário e também, no atendimento aos clientes.

 

 

Foto de Capa: Divulgação internet

Jornal do Sudoeste

Materias Recentes

Os comentários são de responsabilidade de seus autores.

Deixe seu comentário

Categorias ,