Codevasf realiza peixamentos no Médio São Francisco baiano e participa de evento do Dia Nacional do Velho Chico, em Bom Jesus da Lapa

Por Demétrios Pascoal de Almeida Rocha

 

O Dia Nacional em defesa do Velho Chico, o rio São Francisco, foi celebrado neste domingo (3/6). Em Bom Jesus da Lapa, no Médio São Francisco baiano, aconteceram diversas ações do movimento “Sou mais Velho Chico” para marcar a data. A Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) participou do evento, realizando um peixamento que introduziu 30 mil alevinos de curimatá, espécie nativa, no rio São Francisco.

Os peixes foram produzidos no Centro Integrado de Recursos Pesqueiros e Aquicultura (2ª/CIRPA), localizado em Xique-Xique, que é ligado à 2ª Superintendência Regional da Codevasf, sediada em Bom Jesus da Lapa.

Também foram produzidos no Centro da Codevasf os 50 mil alevinos de tilápia que foram distribuídos um pouco antes, na quarta-feira (29/6), para secretarias municipais dos municípios de Paratinga, que recebeu 20 mil alevinos, Igaporã, que recebeu a mesma quantidade e Santa Maria da Vitória, que ficou com os 10 mil alevinos restantes.

Ao todo, portanto, foram distribuídos e soltos 80 mil alevinos produzidos no Centro Integrado de Recursos Pesqueiros e Aquicultura de Xique-Xique, sendo 30 mil da espécie curimatá e outros 50 mil de tilápia.

Em Paratinga, foram 11 comunidades beneficiadas pelo peixamento. “Essa ação é muito importante. Os alevinos foram distribuídos para representantes de nossas comunidades, que os soltaram em lagoas e barragens do nosso município, nas comunidades do Largo, Barreiro de São João, Lagoa de  Cima,  Conceição, Tamboril,  Sanharol,  Canabrava,  Seriema,  Barreiro  Grande,  Volta  da  Serra e Alagoas”, disse Orlando Pereira de Souza Junior, Secretário Municipal de Agricultura e Expansão Econômica de Paratinga.

Jornal do Sudoeste

Categorias