Com apoio das Secretarias de Assistência Social e Saúde, Comarca de Itambé inicia a 11ª Semana de Justiça Pela Paz em Casa

Por Nicolaia Carneiro Ascom PMI

Em alusão aos 12 anos de criação da Lei Maria da Penha, foi iniciada na manhã desta terça-feira (21), em Itambé, a 11ª Semana Nacional de Justiça pela Paz em Casa, uma iniciativa que une esforços dos Tribunais de todo país para julgar casos de violência doméstica e familiar contra as mulheres.

A mobilização segue até a próxima quinta-feira (23) no Fórum Domingos Mármore Neto, sob a coordenação da Juíza titular de Itambé Dra. Adiane Jaqueline Neves da Silva, contando com a parceria das Secretarias Municipais de Assistência Social e Saúde, e o apoio do Ministério Público e dos serventuários da Justiça local.

Na programação desta manhã, após serem atendidas pelo judiciário, as mulheres, vítimas de violência doméstica, foram encaminhadas para a Sala do Balcão de Justiça e Cidadania, onde receberam a assistência da equipe multidisciplinar do Creas, composta pela psicóloga Milena Oliveira e a assistente social Janice Borges.

Como uma forma de elevar a autoestima das mulheres atendidas, a iniciativa também ofereceu uma Oficina de Beleza e uma palestra motivacional com a assistente social do Cras Felipe Achy, Eliene Amaral.

Para fortalecer ainda mais a ação, a Secretaria de Saúde disponibilizou uma equipe de saúde para atualização do cartão de vacinas. Além disso, a Igreja Católica também participou apresentando uma palavra de fé e esperança às mulheres vítimas da violação de direitos.

 A Campanha

A Campanha Justiça pela Paz em Casa foi criada em 2015, pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), como um esforço concentrado de julgamento de casos de violência doméstica e familiar contra as mulheres, realizado pelos vinte e sete tribunais de justiça do país.

As semanas marcam, respectivamente, três datas importantes de sensibilização pela igualdade de gênero: o Dia Internacional da Mulher (8 de março); a data de sanção da Lei n. 11.340/2006, Lei Maria da Penha (7 de agosto); e o Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres (25 de novembro).

Este slideshow necessita de JavaScript.

Jornal do Sudoeste

Categorias