Copa do Mundo: saiba como alavancar vendas de produtos alusivos à seleção

Por: MF Press Global Gestão geral

Além de todas as datas já passadas de 2022 que trouxeram tantos momentos de comércio aquecido no Brasil, o mês de novembro traz, além da já tradicional Black Friday, a Copa do Mundo como oportunidade para que empresários alavanquem um pouco mais seus números.

A afirmação é do especialista em neurolinguística e também mentor empresarial Gustavo Medeiros. Pensando mais uma vez em orientar esses empreendedores, “Guga”, como é mais conhecido, enumerou dois pontos que podem ser cruciais para um melhor resultado em vendas.

1- Faça algo temático

“Digo isso na perspectiva de que todo mundo entre no clima. Para que todo mundo seja leve e entre nesse movimento. Busque emplacar o tema copa/seleção nas suas vitrines (físicas e nas redes sociais)”, explicou.

2- Vincule campanhas aos resultados da seleção no decorrer do torneio

“Exemplo: quem comprar durante a copa e a seleção ganhar, terá direito a mais um desconto adicional, mais 20 ou 30%, ganha uma camiseta ou qualquer outro brinde. Digo isso para associar não somente a cada jogo, mas também podendo ser ao fato do Brasil ser – caso consiga – campeão”, sugeriu.

“Outra coisa interessante de fazer, se possível, é criar um jogo dentro da empresa. Colocar lá uma trave, uma bola, onde a pessoa vai poder chutar e se acertar o gol tem mais desconto”, emendou.

“Não posso deixar de citar também o fato de que esse incentivo deve ser também para a sua equipe de colaboradores. Exemplo: todas as pessoas, mesmo que não gostem de futebol e não entenda nada sobre, querem sair com os amigos. Então outra sugestão seria uma campanha no seguinte sentido: se você bater sua meta, no horário do jogo do Brasil você pode ir pra casa antes um pouco, tem uma folga naquele dia, incentivando de forma lúdica não só o cliente, mas também o colaborador”, finalizou.

Sobre Gustavo Medeiros

Gustavo Medeiros é formado em Administração pela Faculdade Estácio de Florianópolis e Master em Programação Neurolinguística (PNL), com experiência de 18 anos no comércio varejista, passando por gestões de marketing, estratégica e comercial. Também é  especialista em Psicodinâmica do mundo dos negócios, analista comportamental e com especialização em psicanálise em curso. Hoje atua mais fortemente nas áreas de consultoria e treinamentos, sobretudo em gestão de clínicas do mercado estético, mas também de consultórios odontológicos.

Foto de Capa: Divulgação

Jornal do Sudoeste

Os comentários são de responsabilidade de seus autores.

Deixe seu comentário

Categorias ,