Cursos a distância ofertados pelo MDR auxiliam trabalho das defesas civis municipais e estaduais

Conteúdo gratuito, disponibilizado no site do ministério, tem como objetivo habilitar e qualificar agentes para o uso do Sistema Integrado de Informações sobre Desastres (S2iD)

 

Por: MDR/Agência Brasil 61 

 

O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) disponibiliza gratuitamente uma série de cursos de capacitação a distância para habilitar e qualificar agentes municipais e estaduais de defesa civil para o uso do Sistema Integrado de Informações sobre Desastres (S2iD). É por meio dessa ferramenta que são feitos os registros de desastres e também as solicitações de reconhecimento de situação de emergência ou estado de calamidade pública e de repasse de recursos federais para ações de resposta e de recuperação de infraestruturas danificadas.

Confira a lista completa dos cursos disponíveis

“A educação tem a capacidade de mudar as circunstâncias, as pessoas e as instituições. E o ensino a distância nos permitiu democratizar a oferta de capacitações oferecidas pela Defesa Civil Nacional”, destaca a diretora de Articulação e Gestão da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil do MDR, Karine Lopes. “Nos últimos anos, tivemos um crescimento expressivo no número de agentes capacitados a utilizar o S2iD. E isso é de grande importância para que seja possível agilizar as ações de resposta aos desastres”, completa.

A Defesa Civil do município de São Carlos, em São Paulo, foi umas das que apostou na capacitação a distância dos profissionais. Desde 2019 na instituição, a engenheira civil Denise Cabrera Cezare, de 36 anos, já fez quase 20 cursos sobre o funcionamento do S2iD. Ela conta que sentiu necessidade de ampliar o conhecimento quando viu o município ser atingido por enchentes.

“No meu primeiro ano de trabalho, São Carlos sofreu muitas perdas. As ruas e calçadas da cidade foram destruídas pelo desastre, sem contar o prejuízo para o comércio. Eu entendi que precisava buscar conhecimento para me preparar para atuar em ocorrências futuras”, conta Denise, ressaltando que não é a responsável oficial pelo preenchimento do sistema. “Ainda assim, acho importante a equipe toda estar pronta para dar suporte aos colegas da linha de frente”, acrescenta.

Denise elogia a forma como os cursos foram criados. “Eles são muito explicativos e de fácil entendimento, além do conteúdo ser objetivo e claro. Espero que o material seja usado por outras defesas civis”, afirma.

O secretário de Segurança Pública e Defesa Social de São Carlos, coronel Samir Gardini, também destaca a importância da iniciativa. A defesa civil municipal integra a pasta.  “Os agentes precisam estar capacitados não apenas para o trabalho técnico de prevenção, mas, também, para dar uma pronta resposta em caso de ocorrências imprevisíveis. Vamos continuar capacitando nossa equipe. Nosso município é muito afetado pela estiagem, com o registro de vários focos de incêndio, e por chuvas intensas, resultando em enchentes de grandes proporções”, observa.

Na cidade de Honório Serpa, no Paraná, dois agentes de proteção e defesa civil também se capacitaram. Um deles foi o coordenador municipal de defesa civil, Bráulio Noé Valle Junior, que já tem 20 certificados de conclusão dos cursos. “Além de aprendermos a lançar corretamente os dados no S2iD, passamos a ter uma visão mais ampla de todo o Sistema Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sinpdec). Quando estamos capacitados, conseguimos dar maior agilidade aos processos de resposta”, relata.

Material em vídeo

Com o intuito de ampliar o acesso ao Sistema Integrado de Informações sobre Desastres (S2iD), o MDR também disponibiliza tutoriais em vídeo sobre o funcionamento da ferramenta. Clique neste link para acessar.

 

 

 

Foto da capa: Arquivo pessoal/Divulgação MDR

Jornal do Sudoeste

Os comentários são de responsabilidade de seus autores.

Deixe seu comentário

Categorias ,