77 3441-7081 — [email protected]

Denunciado na Operação Lava Jato, Mário Negromonte vira réu e é afastado do TCM-BA

O ex-deputado federal e ex-ministro de Estado das Cidades do Governo Dilma Rousseff (2010 a 2012) e desde 2014, por indicação do então governador da Bahia, Jaques Wagner, conselheiro do Tribunal de Contas dos Municípios, o advogado e empresário Mário Silvio Mendes Negromonte (PP) foi citado na delação premiada do doleiro Alberto Yousseff e virou alvo da Operação Lava Jato.

Segundo o delator, então ministro de Estado das Cidades, Mário Negromonte teria negociado pessoalmente uma propina de R$ 25 milhões, oferecida por empresários relacionados direta ou indiretamente ao Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores (Sindipeças). Em contrapartida, o então titular do Ministério das Cidades se comprometeu a atuar para implementar o Sistema Integrado de Monitoramento e Registro Automático de Veículos, atendendo a interesses de empresas. O Sistema, que deveria ter sido implantado em 2016 foi suspenso para atender determinação da Justiça, pelo Conselho Nacional de Trânsito em outubro de 2015.

Por ter foro de prerrogativa especial (foro privilegiado), Negromonte foi denunciado pela Procuradoria Geral da República ao Superior Tribunal de Justiça em outubro todo ano passado.

Na última quarta-feira, 21, a Corte Especial do Tribunal Superior de Justiça, por unanimidade, aceitou a denúncia da Procuradoria-Geral da República e o ex-ministro tornou-se réu na Ação por corrupção passiva. O STJ também determinou o imediato afastamento de Negromonte do cargo de conselheiro do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia.

A reportagem de O Globo, o advogado Carlos Fauze, que atua na defesa do ex-ministro, informou que ainda não teria tido O advogado, no entanto, afirmou que o afastamento do ex-ministro do Tribunal de Contas dos Municípios, na sua avaliação, só poderá 0correr após a publicação da decisão.

Redacão Jornal do Sudoeste

Redacão Jornal do Sudoeste

Desde seu lançamento, o JS vem revolucionando a imprensa regional. Foi e continua sendo pioneiro na adoção de cores em todas as suas páginas e no lançamento de suplementos especiais que extrapolam o simples apelo comercial, envolvendo a comunidade em reflexões sobre temas de interesse geral por ocasião do Natal e dos aniversários de emancipação de municípios da sua área de abrangência de circulação.
Categorias