77 3441-7081 — [email protected]

Doze cursos da Ufba ficam com notas 4 e 5 no Enade e atingem conceito máximo

Instituição divulgou, nesta terça-feira (7), que apenas um dos 13 cursos avaliados no exame teve nota 3.

Por G1 Bahia

Doze dos treze cursos de graduação da Universidade Federal da Bahia (Ufba) avaliados no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) 2018 tiveram conceito 4 ou 5, a notas máximas do exame. Um dos cursos no entanto, teve conceito 3.

Na edição de 2018, só 3,3% dos cursos de faculdades privadas conseguiram atingir o conceito máximo. Segundo dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), de 7.276 cursos de instituições particulares, só 240 ficaram com o conceito 5. Já entre as instituições públicas, essa taxa sobe para 20,3%.

O Enade é o exame aplicado pelo governo federal aos estudantes “concluintes”, ou seja, que estão no último ano da graduação. Cada curso é avaliado a cada três anos. No Enade 2018, fizeram as provas mais de 460 mil estudantes de 8.821 cursos de 1.791 instituições – fazer a prova e preencher o questionário socioeconômico é condição para os estudantes se formarem.

Segundo a Ufba, no ano passado, 1.212 estudantes da instituição foram convocados para o Enade, e 873 (72%) compareceram.

Conforme a Universidade Federal da Bahia, dos 13 cursos da instituição que foram avaliados, seis (46%) tiveram o conceito máximo, dado aos que obtêm nota média entre 3,95 e 5. São eles: ciências contábeis (4,74), administração (4,38), psicologia (4,37), serviço social (4,20), comunicação social com habilitação em jornalismo (4,11) e ciências contábeis – noturno (4,08).

Outros 6 cursos tiveram a conceito 4, atribuído aos que têm médias entre 2,95 e 3,94: psicologia no campus Vitória da Conquista (3,93), direito (3,88), direito – noturno (3,78), design (3,67), secretariado executivo (3,60) e tecnologia em gestão pública (3,06). O curso de ciências econômicas obteve média 2,83, ficando com conceito 3.

Entenda o Enade 2018

  • O Enade é o exame aplicado pelo governo federal aos estudantes “concluintes”, ou seja, que estão no último ano da graduação. Cada curso é avaliado a cada três anos;
  • No Enade 2018, fizeram as provas mais de 460 mil estudantes de 8.821 cursos de 1.791 instituições – fazer a prova e preencher o questionário socioeconômico é condição para os estudantes se formarem;
  • O exame tem 40 questões no total, sendo que 25% são sobre a formação geral e 75% sobre o componente específico de cada formação. A nota final do participante varia de 0 a 100;
  • Os cursos avaliados foram os de bacharelado das áreas de ciências sociais aplicadas, ciências humanas e áreas afins, e os de tecnologia de gestão e negócio, apoio escolar, hospitalidade e lazer, produção cultural e design;
  • Do total de 463.242 participantes do Enade 2018, 127.385 eram estudantes de direito e 99.616 estudavam administração;
  • O Conceito Enade é um dos indicadores de qualidade da educação superior, e é calculado para cada curso a partir da média ponderada da nota de cada concluinte, considerando peso maior para a prova de conhecimento específico.

 

Foto de Capa: Reprodução/ TV Bahia.

Jornal do Sudoeste

Categorias