EMPREENDEDORISMO FEMININO: Com apoio em gestão e inovação, dona de vinícola amplia faturamento da empresa

Os bisavós Michele Bertoletti Rosso começaram a Vinícola Sanber há 80 anos, em Bituruna (PR), município conhecido pela produção de vinho. Atualmente, a empreendedora está à frente da gestão da empresa, que utiliza uvas de vinhedos próprios e de agricultores familiares

 

 

Por: Paloma Custódio/Agência Brasil 61 

Há 80 anos, um casal gaúcho decidiu produzir vinho em Bituruna, município do Sul paranaense conhecido pela grande produção da bebida. Assim nasceu a Vinícola Sanber, um negócio de família, atualmente administrado pela Michele Bertoletti Rosso – bisneta dos fundadores.

A Michele é uma das cerca de 550 mil mulheres que estão à frente de pequenos negócios no Paraná.

Ela conta que desde sempre quis tocar a vinícola da família. Aos 30, graduada e com experiência em vinhedos, Michele quebrou a tradição familiar de ter apenas homens na administração da Sanber: tornou-se a primeira mulher à frente da gestão da empresa.

“Sempre gostei disso e, desde criança, tive a certeza de que trabalharia com isso e levaria a vinícola adiante. Então, já com oito, nove anos, falava para todo mundo que eu ia ser especialista em vinho. E foi o que eu fiz. Fiz faculdade de Enologia e fui atrás de me especializar para cuidar da vinícola, quando chegasse a minha vez.”

Quando Michele assumiu o cargo, a Sanber já era conhecida na região e havia participado de algumas ações junto com o Sebrae no município, principalmente para promover o grande potencial dos produtores locais. E a empreendedora sempre busca o apoio do Sebrae para inovar.

“Foram muitas parcerias firmadas dentro dos programas do Sebrae, entre empresas mesmo. Sempre que a gente pensa em fazer qualquer coisa, tem ideia de alguma inovação, de algum produto novo, de algum processo novo, enfim, tem alguma dúvida, primeira pessoa que a gente manda mensagem é para o nosso consultor do Sebrae.”

Desde que Michele passou a comandar a Vinícola Sanber, registra um crescimento médio de 25% ao ano. Atualmente, a empresa vende vinhos, espumantes e suco de uva para clientes espalhados em todo Brasil. As uvas utilizadas na produção dos produtos vêm de vinhedos próprios e de vinhedos de agricultores familiares do município.

O sonho de Michele é que a vinícola seja referência na produção de vinhos diferenciados.

O Sebrae apoia pequenos negócios como o de Michele. São pessoas que trabalham e realizam, movimentando a economia e transformando a história de milhares de brasileiros.

Sebrae, há 50 anos ao lado de quem fez história ontem, constrói o hoje e cria o futuro todos os dias.

 

 

 

Foto da capa: Divulgação/Sebrae

Jornal do Sudoeste

Materias Recentes

Os comentários são de responsabilidade de seus autores.

Deixe seu comentário

Categorias ,