ENTRE SEDAS E CAMINS,

Petiscos e jasmins,

Meias verdades e quase mentiras

Navegamos nós

meio inconscientes

da responsabilidade

de ser GENTE,

criação de Deus,

Inconsequentes e despreparados,

Ignorantes, em geral

Acovardados

Tentando esconder

As falhas de caráter,

As falhas de San Andreas

Que como espada de Dâmocles

Estão sempre presentes.

Entre um sorriso

E um abraço.

Um  “não te quero,”

um “nem te conheço,”

“não te acho”

desfalamos de amor.

Entretemo-nos enquanto

a vida passa

e os ipês floridos

na primeira quinzena

de novembro

agora confundem-se

com outras beldades.

Entre um riso,

uma lágrima, um despudor

eu te esqueço,

te esqueço,

esqueço…

te esqueço….

Tânia Martins

Tânia Martins

Categorias