Entrega de tratores vai facilitar o escoamento da produção e o plantio para agricultores familiares baianos

Por:  ASCOM CAR/SDR 

O Governo da Bahia está atento às necessidades dos agricultores e das agricultoras familiares por toda a Bahia. Nesta quinta-feira (20), foi realizada a entrega de 42 tratores e dois microtratores com implementos agrícolas, para associações e cooperativas da agricultura familiar e prefeituras municipais. As máquinas irão ajudar esses agricultores no plantio qualificado da terra e no escoamento da produção em regiões afetadas pelas chuvas que atingiram a Bahia desde o fim de 2021.

O investimento, da ordem de R$10,3 milhões, foi destinado aos tratores entregues pela Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) e Secretaria da Agricultura (Seagri). Só pela SDR foram R$ 7,5 milhões.

Para o titular da SDR, Josias Gomes, a ação visa aumentar a produtividade da agricultura familiar e é fruto da estratégia Parceria mais Forte, Juntos para Alimentar a Bahia. “Este projeto visa exatamente a incorporação das prefeituras e consórcios, no propósito de nós alavancarmos os 16 sistemas produtivos espalhados pelos 27 territórios do estado. De um lado, aumenta a renda do agricultor, de outro, melhora para quem consome produtos de qualidade, porque sabem que é da agricultura familiar”.

Agricultores satisfeitos 

Sorridentes no momento da entrega, os representantes das associações e cooperativas não esconderam a satisfação de receberem o novo maquinário. “Não tenho nem palavras para dizer o que estou sentindo ao receber esse trator. Vai facilitar a nossa produção e a nossa renda vai aumentar 100%”, disse o presidente da Associação Comunitária das Fazendas Urtiga, Espinheiro e Poços, do município de Ribeira do Pombal, Gilvan Santana Souza.

Para o presidente da Associação dos Moradores do Assentamento Terra Vista, em Arataca, Jailson Assunção, este trator representa um recomeço do plantio e um apoio no transporte da produção. “Nós vamos começar tudo do zero porque as lavouras que ficavam à beira do rio foram embora com as chuvas. Então, vai ajudar bastante a produção. Além disso, vai nos ajudar no transporte porque tem vários locais lá que carro não vai. É uma região que chove muito, então, vai ser bom para a gente escoar a nossa produção”.

A presidente da Associação Comunitária de Agricultores Rurais em Policultura do Município de Bonito, Elisabeth Santos, analisou que o maquinário reduz o tempo de trabalho. “Se for fazer uma roça na mão, vai demorar três a quatro meses. Com o trator, facilita muito mais e aí a nossa renda vai crescer”.

Braço forte 

De chapéu na cabeça e já averiguando todo o trator, seu José Braz, presidente da Associação de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais da Fazenda Montevidéu, do município de Morro do Chapéu, também comemorou a chegada do maquinário. “Deixamos de cultivar algumas roças, durante essas chuvas, por falta de um trator e vai melhorar muito [o trabalho], porque nós vamos roçar pasto, arar e gradar a terra, transportar madeiras para fazer cercas. Vai aumentar a renda, porque vai ser um braço forte da gente!”.

Os tratores são 4×4, traçados, com carreto, arado, grade, guincho, insumos agrícolas e visa apoiar a retomada econômica de municípios afetados pelas fortes chuvas. As entregas foram realizadas por meio de emendas parlamentares de 23 deputados, entre estaduais e federais.

 

 

 

Foto de Capa: Divulgação

Jornal do Sudoeste

Os comentários são de responsabilidade de seus autores.

Deixe seu comentário

Categorias ,