Escarlatina: quais os sintomas, causas e tratamentos

Neste episódio a pediatra Dra. Adriana Pestana dá mais detalhes sobre o assunto

 

Por: Brasil 61

Seu filho está com febre, dor de garganta e manchas na pele? Você já ouviu falar em escarlatina? Neste episódio a pediatra Dra. Adriana Pestana dá mais detalhes sobre o assunto.

A escarlatina é causada por uma bactéria chamada Streptococcus do Grupo A, que são bactérias normalmente encontradas na garganta e na pele. Essa bactéria é frequentemente responsável pelas infecções de garganta, as chamadas amigdalites bacterianas, porém casualmente, ela pode liberar uma toxina que causa o aparecimento dessas manchinhas vermelhas pelo corpo, a escarlatina.

Quais são os sintomas dessa doença?

  • Febre
  • Dor de garganta
  • Dor de cabeça
  • Vômitos
  • Dor na barriga

Entre o segundo e o quinto dia do início dos sintomas, aparecem as manchinhas na pele e deixa a pele bem áspera, parecendo uma lixa, com muitas bolinhas pequenas avermelhadas, principalmente na região da barriga, no pescoço, nas axilas e na virilha. A língua também pode ficar inchada e bem vermelha, que é conhecida como língua em morango ou em framboesa.

Esse vermelhão da pele costuma desaparecer em até 7 dias, porém algumas semanas depois pode ocorrer uma descamação dos dedos, das mãos e dos pés e também de todas as áreas afetadas pela irritação na pele.

Diagnóstico

Se o seu filho apresenta febre, dor de garganta e manchas na pele procure um médico, assim que possível. O primeiro passo é sempre procurar o médico para que a criança seja avaliada, já que a escarlatina é causada por um bactéria e possivelmente grave se não for tratada devidamente. O pediatra irá avaliar e pelo exame clínico irá decidir que procedimento utilizar.

Tratamento

Na maioria das vezes, o tratamento é feito com antibiótico, amoxicilina ou benzetacil, e em caso de alergias, outros antibióticos serão recomendados. Com o tratamento adequado as crianças melhoram rapidamente, em geral depois de dois ou três dias a febre desaparece e as lesões na pele, em até cinco dias.

 

Foto de capa: Reprodução/Canal Doutor Ajuda

Jornal do Sudoeste

Os comentários são de responsabilidade de seus autores.

Deixe seu comentário

Categorias ,