Exposição “Eguns dançam entre Necro&Ikupolítica”, da Cia de Teatro da Ufba, traz reflexão sobre política de morte contra a população negra no Brasil

Inspirado no seminário apresentado por Ângela Davis na UFBA, a obra tem o canto de Lazzo Matumbi e foi um dos últimos projetos do maestro Letieres Leite. Abertura ocorre na segunda (2), no Goethe-Institut.

 

Por: Bruno Brasil

 

A partir da próxima segunda-feira (2), às 18h, vai acontecer no Goethe-Institut a abertura da exposição artística “Eguns dançam entre Necro&Ikupolítica – Encruzilhadas poéticas entre o vídeo e a performance”. Com direção artística de Stênio Soares, professor da Escola de Teatro da UFBA, o projeto tem a participação de Lazzo Matumbi e teve como uma de suas inspirações o seminário apresentado no mês passado de forma virtual, pela UFBA, com as ativistas Ângela Davis, Gina Dent, Carmen Luz e Ângelo Flávio, trazendo uma reflexão sobre a necropolítica – a política de morte promovida pelo Estado brasileiro que tem como alvo deliberado a população negra.

A exposição é composta por dez videoperfomances, distribuídas por três galerias, envolvendo mais de 20 artistas. O projeto foi um dos últimos aprovados pelo maestro Letieres Leite, pouco dias antes de sua morte. Algumas obras de Letieres foram adaptadas e incorporadas para a composição da trilha sonora. Parte dos figurinos é assinada pelo artista plástico Alberto Pitta, criador do Cortejo Afro.

Os espectadores irão encontrar na exposição alegorias do universo religioso afro-brasileiro, além de videoperformances criadas nos últimos meses pela Cia de Teatro da Ufba registradas em Salvador e Itaparica a partir de seis vozes de eguns (espíritos dos mortos) vítimas da necropolítica, e outras duas vozes que serão transmitidas de forma digital, através de qrcode e também da internet.

“Eguns dançam entre Necro&Ikupolítica – Encruzilhadas poéticas entre o vídeo e a performance” fica em cartaz até o dia 4 de junho, de segunda a sexta, das 9h às 18h, e aos sábados das 9h às 17h, com entrada gratuita.

Ficha técnica:

Stênio Soares (direção artística); Evani Tavares (direção de atrizes); Leonardo Luz (direção de movimento); Daniele Souza (assistente de direção); Denise Carrascoza (dramaturgia ritual); música de Letieres Leite, canto de Lazzo Matumbi, solos e coreografia de Nadir Nóbrega.

SERVIÇO

Exposição “Eguns dançam entre Necro&Ikupolítica”

Quando: A partir de 2 de maio até 4 de junho, de segunda a sexta, das 9h às 18h, e aos sábados das 9h às 17h

Onde: Goethe-Institut, Corredor da Vitória

Entrada Franca

É necessário o uso de máscaras e apresentação da carteira de vacinação

 

 

Foto da capa: Divulgação

Jornal do Sudoeste

Os comentários são de responsabilidade de seus autores.

Deixe seu comentário

Categorias ,