Fundo da Ponte Salvador/Itaparica é aprovado no Legislativo

Por Joana D’arck Cunha Santos/ Comunicação WZ

Depois de aprovado nas comissões técnicas, na semana passada, o Fundo Garantidor do Aporte da Ponte (FGAP) teve a aprovação definitiva do plenário da Assembleia Legislativa da Bahia, em sessão realizada na tarde dessa segunda-feira (11). O fundo previsto no Projeto de Lei nº 24.053, de autoria do Poder Executivo, é um instrumento jurídico e institucional que vai garantir investimentos dos empreendedores no projeto na ponte que ligará Salvador à ilha de Itaparica.

Presidente da Comissão de Constituição de Justiça (CCJ), o deputado  Zé Raimundo (PT) presidiu a votação do projeto na sessão conjunta de comissões e também destacou hoje no plenário a importância da ponte como também falou das suas preocupações. Ele chamou atenção que a ponte Salvador-Itaparica deve gerar “forte impacto econômico e social na sua região de abrangência, que além do entorno da Baía de Todos os Santos deve estender seus efeitos até o Baixo Sul  e o Sudoeste.

“É um projeto importante para a Bahia, mas é importante também que tenhamos cuidado com as questões social, ambiental e que ele não gere mais desigualdade social”, disse Zé Raimundo. Dentre os impactos positivos apontados no projeto da ponte Salvador /Itaparica, o governo destaca a geração de 7 mil empregos.  Além disso, a ponte  terá 12,3 km de extensão e encurtará o tempo de deslocamento em cerca de 100 quilômetros para o Recôncavo, beneficiando de imediato 250 municípios e 10 milhões de pessoas. A ponte representará um investimento para a Bahia da ordem de R$ 5,4 bilhões, com o Estado aportando R$ 1,5 bilhão.

Foto de Capa: Divulgação/ Comunicação WZ.

Jornal do Sudoeste

Os comentários são de responsabilidade de seus autores.

Deixe seu comentário

Categorias ,