Gestores de municípios com mais mais de 250 mil habitantes devem preencher pesquisa nacional de mobilidade urbana

Levantamento vai subsidiar o aperfeiçoamento das políticas públicas de mobilidade urbana desenvolvidas pelo Governo Federal

 

Por: Agência Brasil 61 

 

Começa na próxima segunda-feira (18) o período para que municípios com mais de 250 mil habitantes, estados e o Distrito Federal preencham o formulário da Pesquisa Nacional de Mobilidade Urbana (Pemob) 2022. O levantamento tem como objetivo subsidiar o aperfeiçoamento das políticas públicas de mobilidade urbana desenvolvidas pelo Governo Federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR).

Os gestores de mobilidade urbana dessas localidades deverão fornecer as informações até o dia 15 de junho. Para tanto, os entes devem estar cadastrados na Plataforma de Serviços do MDR, que pode ser acessada neste link.

“Essas informações são fundamentais, tanto para as Prefeituras – para o planejamento e diagnóstico da mobilidade urbana local – quanto para o Governo Federal, para conhecer os sistemas e poder desenhar políticas públicas mais adequada à necessidade da população do País”, explica a coordenadora-geral de Gestão de Empreendimentos da Secretaria Nacional de Mobilidade e Desenvolvimento Regional e Urbano do MDR, Carolina Baima.

Entre as informações solicitadas, estão desempenho operacional do transporte público coletivo local e regional, legislação, infraestrutura, instrumentos de gestão utilizados no sistema, qualidade dos serviços, além de receitas, custos e tarifas da área. Esses dados serão disponibilizados por meio do Sistema Nacional Informações em Mobilidade Urbana (Simu), lançado pelo MDR em setembro de 2021.

Em caso de dúvidas ou questionamentos sobre o preenchimento da Pemob ou sobre o Simu e as informações disponibilizadas, os interessados podem enviar um e-mail para o endereço [email protected].

Simu

O Sistema Nacional Informações em Mobilidade Urbana é uma ferramenta, em formato de portal, que permite a consulta e a visualização de dados do setor e vai contar com informações provenientes de diversos órgãos e agências federais. Nele, é possível consultar informações em sete temáticas: infraestrutura de mobilidade urbana; serviços de mobilidade urbana; política tarifária; acesso a oportunidades; sustentabilidade ambiental; acidentes em transportes terrestres; e carteira de empreendimentos apoiados pelo Ministério do Desenvolvimento Regional.

O Simu atende à Lei n. 12.587/2012, que instituiu as diretrizes da Política Nacional de Mobilidade Urbana (PNMU). Entre outras atribuições, cabe à União organizar e disponibilizar informações sobre o Sistema Nacional de Informações em Mobilidade Urbana e a qualidade e produtividade dos serviços de transporte público coletivo.

 

 

Foto da capa: MDR/divulgação

Jornal do Sudoeste

Os comentários são de responsabilidade de seus autores.

Deixe seu comentário

Categorias ,