Hélio Cotrim Leite N.O5/04/1919-F. 05/07/1982

Sr. Hélio, como era chamado por todos, cursou apenas o ensino fundamental, mas como gostava muito de ler e conviver com pessoas mais cultas, tinha um bom conhecimento geral, que incluía a literatura brasileira e bom conhecimento de geografia e história. Pelos mapas viajava o mundo, numa época que nem se imaginava que isto poderia ser feito, como hoje, pela internet. Também era muito bom em matemática básica e se orgulhava da sua boa caligrafia e do seu bom português.

Em Brumado, trabalhou como agricultor, funcionário de Usina de Algodão, Funcionário público na Coletoria Estadual de Impostos. Em Salvador, foi funcionário da Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia. Muito dedicado e elogiado pelos superiores pela qualidade do seu trabalho.

 Foi suplente de vereador e assumiu em 07 de abril de 1950 em substituição ao vereador Nilton Lima Vasconcelos, que renunciou ao mandato. Participou da Comissão de Educação, Higiene e Estatística e exerceu o cargo de 1º secretário da Mesa   Diretora, governo de Armindo dos Santos Azevedo (1948-1950).

Casou-se em 1951 com Maria do Carmo Pinchemel Cotrim (D. Carmita), com quem viveu por 31 anos, até seu falecimento em 1982. Tiveram quatro filhas, Helma, Katia, Alba e Elba.

Como pai amoroso e presente, tinha um relacionamento harmonioso com as filhas e toda família. Era amante da natureza e sua chácara em Brumado plantou cajueiros, coqueiros, mangueiras, umbuzeiros e cultivou mandioca e legumes. A chácara era também um local de laser da família, onde aconteciam os piqueniques em finais de semana, os banhos na piscina improvisada por ele, e as diversões no pequeno parque infantil embaixo do umbuzeiro. Lembranças guardadas no coração de toda família e que jamais serão esquecidas.

Anos após, a chácara se tornou um loteamento denominado pelo Sr. Hélio de “Jardim Brasil” e hoje o Bairro Nobre. Em 1985, foi homenageado pelo prefeito Edmundo Pereira Santos, que deu nome a uma Praça neste bairro, denominada “Praça Hélio Cotrim Leite” para orgulho de toda família.

Em 1964, a família foi morar em Salvador para realizar o sonho do Sr. Hélio e D. Carmita de dar uma educação mais completa para as filhas.

Em Salvador, o começo não foi tão fácil. Nova e grande cidade, nova casa, novos amigos, nova, escola para quatro filhas e ainda tendo que se adaptar a um momento político complicado, que vivia o Brasil. Felizmente contamos com a companhia constante dos país da D. Carmita, José e Leonor Pinchemel, avós amorosos que muito ajudaram no cuidado e educação das quatro netas durante esta adaptação em Salvador e por muitos e muitos anos.

Helma e Katia foram matriculadas no Colégio Estadual Manoel Devoto, referência de colégio público à época. Sr. Hélio contava todo orgulhoso, que o Diretor do Colégio fez elogios ao histórico escolar das filhas, afirmando que alunas com estas enriqueceriam o Colégio.  Alba foi matriculada no Colégio Estadual Cupertino de Lacerda. Elba tinha 1 ano de idade à época.

O maior sonho do Sr. Hélio foi o de ver as filhas com títulos universitário e crescendo profissionalmente. Este sonho foi realizado. Helma é Médica, Katia e Alba Dentistas e Elba Arquiteta.

Sr. Hélio realizou muitos dos seus planos apesar da sua morte precoce aos 63 anos. Com D. Carmita ao lado na luta diária compraram uma agradável casa no bairro do Rio Vermelho em Salvador, adquiriu e aprendeu a dirigir seu próprio carro depois dos 50 anos de idade e fez algumas viagens pelo Brasil, satisfazendo um pouco seu desejo de sair dos mapas e visitar pessoalmente novas cidades. Visitou São Paulo diversas vezes, o Rio de Janeiro, Brasília e Belo Horizonte.

Jamais esqueceu sua terra Natal e voltou diversas vezes a Brumado para visitar parentes, amigos e participar de algumas reuniões familiares.

Faleceu precocemente aos 63 anos, em 1982 e deixou como maior legado seu exemplo de retidão de caráter, seu otimismo, idealismo e força de vontade para lutar por seus sonhos, muito deles transformados em realidade.

Os dados para a construção dessa biografia foram fornecidos pelas filhas de Hélio Cotrim: Helma, Katia, alba e Elba; contamos também com a colaboração de Liz Dantas que viabilizou essas informações.

 

 

Antônio Novais Torres

Antônio Novais Torres é comerciante aposentado, membro fundador da Academia de Letras e Artes de Brumado, membro do Conselho da Cidadania de Brumado, ex-membro do PMDB e PTB e membro do Conselho Editorial do Jornal do Sudoeste.
Categorias

Deixe seu comentário