InterCement realiza Dia do Bem-Fazer em 18 cidades brasileiras

Com o tema “fazer o bem transforma”, ação deve envolver mais de seis mil voluntários

 

Por Beatriz Maria Francischinelli

 

A InterCement e o Instituto InterCement celebra no dia 19 de agosto o Dia do Bem-Fazer, maior ação de mobilização voluntária da empresa, que tem como objetivo transformar a realidade das comunidades por meio da iniciativa de pessoas, empresas, institutos e instituições dispostos a atuar pelo desenvolvimento comunitário. São realizadas atividades de melhorias físicas, de lazer e esporte e promoção à cultura junto a entidades beneficentes, escolas, creches, postos de saúde e praças.

Organizado em todas as localidades onde a InterCement mantém unidades produtivas, só no Brasil o Dia do Bem-Fazer mobilizou mais de 5 mil voluntários em 2017. Para essa edição, a expectativa é de mais 6 mil voluntários e mais de 50 mil pessoas atendidas diretamente ou indiretamente.

No município de Brumado, interior da Bahia, acontece, das 15h às 18h, do dia 19, a finalização das adequações do Lar dos Idosos na Associação Luiza Marilac, localizado na Rua Dr. Antonio Rizerio Leite 1 . Os voluntários vão realizar pintura, melhorias na infraestrutura entre outras ações. 

“Ao realizar o Dia do Bem-Fazer queremos despertar a solidariedade das pessoas e chamar a atenção de todos que podemos juntos, com diversidade, melhorar as comunidades. Ao longo dos últimos dez anos de realização, percebemos que a adesão vem crescendo, assim como o bom relacionamento entre os participantes e a comunidade. Além disso, acreditamos que essa iniciativa ajuda a promover a articulação do setor público, privado e a sociedade civil. Fazendo o bem, criamos mais impacto porque fazer o bem transforma”, afirma Carla Duprat, diretora do Instituto InterCement.

Sobre o Dia do Bem-Fazer

Em sua edição de 2016, o evento passou a integrar o Movimento Bem-Fazer, em uma perspectiva da importância de se incluir um caráter de perenidade aos resultados dos esforços dos voluntários. A novidade com relação à adesão ao Movimento Bem-Fazer foi levar, ao planejamento das ações, a premissa de prever formas para garantir a continuidade da mobilização conseguida. Assim, a metodologia aplicada na oficina de discussão para o planejamento do Dia do Bem-Fazer passou a envolver a reflexão de possibilidades para a continuidade das ações propostas, visando uma seleção mais qualificada. A ideia é dar preferência a atividades vinculadas a projetos em andamento (sejam do próprio Instituto ou de outras associações e fundações), valorizar o estabelecimento de parcerias que possam promover sua perenidade e adotar uma visão mais ampla dos possíveis efeitos das ações, para identificar se elas são sustentáveis ou terão um impacto pontual.

SOBRE A INTERCEMENT

A InterCement é a segunda maior empresa cimenteira do Brasil e uma das 10 maiores produtoras de cimento de perfil internacional do setor. Com sede em São Paulo, a companhia conta com 40 fábricas de cimento e moagens distribuídas por oito países na América do Sul, Europa e África e entre suas controladas estão a Loma Negra, maior cimenteira da Argentina, e a portuguesa Cimpor. No Brasil, possui as marcas Cauê, Goiás, Zebu e Cimpor. Fundada em 1967, a empresa tem como missão “Crescer e desenvolver-se em conjunto com clientes, colaboradores, fornecedores, acionistas e comunidades, direcionados por inovação, sustentabilidade e excelência operacional” e cimenta a sua presença nas comunidades em que se insere por meio da ampla atividade do Instituto InterCement. www.intercement.com

SOBRE O INSTITUTO INTERCEMENT

O Instituto InterCement, criado em julho de 2015, é responsável pelas estratégias de investimento social privado da InterCement, desenvolvendo, em conjunto com os municípios, iniciativas que visam apoiar as potencialidades locais contribuindo para o desenvolvimento comunitário. Todas as iniciativas sociais buscam equilibrar os aspectos econômico, social e ambiental, além de promover o fortalecimento dos vínculos comunitários. A articulação em cada cidade se dá através dos Comitês de Desenvolvimento Comunitário (CDCs), que contam com representações do poder público, sociedade civil e empresas. O objetivo é desenvolver o empoderamento das pessoas e comunidades, de forma a “fazer diferente e fazer a diferença”. www.institute.intercement.com

Jornal do Sudoeste

Categorias