Maior conferência do mundo sobre proteínas alternativas acontece entre 22 e 24 de setembro

Inscrições antecipadas até 30 de agosto terão desconto especial. A 3ª edição da Good Food Conference reunirá cientistas, empresários, jornalistas, investidores e formuladores de políticas-públicas de todo o mundo

 

Por Beth Matias

 

O Brasil é um país-chave para a indústria mundial de alimentos e forte candidato a líder global no mercado de proteínas alternativas. Dois anos após o lançamento do primeiro produto análogo vegetal (plant-based) em território nacional, atualmente exportamos carnes à base de plantas para 25 países. A velocidade desse crescimento exige cada vez mais investimentos em pesquisas de ponta, além de políticas e marcos regulatórios favoráveis a negócios sustentáveis, atraentes e competitivos.

Projeções da Consultoria A.T. Kearney afirmam que o mercado global de carnes pode chegar à cifra de US$ 1,8 trilhão em 2040. Desse total, a carne cultivada deverá representar 35% (US$ 630 bilhões) e as proteínas vegetais e obtidas por fermentação em torno de 25% (US$ 450 bilhões).

Para discutir este e outros assuntos, cientistas, empresários, formuladores de políticas públicas, jornalistas e líderes corporativos participam entre os dias 22 e 24 de setembro da terceira edição do Good Food Conference, o mais importante evento sobre proteínas alternativas d     o mundo.

Organizada pelo The Good Food Institute, uma organização internacional que promove soluções para tornar a cadeia de proteínas mais segura, justa e sustentável, a conferência será totalmente virtual e as inscrições já estão abertas.

O prazo final de inscrição é até 15 de setembro, mas quem se inscrever até 30 de agosto de 2021 terá um desconto de U$ 100,00. Participantes acadêmicos também podem se inscrever com desconto. Haverá um número limitado de bolsas de estudo isentas de taxas para estudantes e profissionais em início de carreira. É preciso se inscrever para obter um registro com isenção de taxas.

Em 2019, mais de 900 cientistas, empresários, investidores, formuladores de políticas e empresas de 34 países participaram. Foram 50 palestrantes, 14 moderadores dos principais meios de comunicação, incluindo o New York Times, BBC e Wall Street Journal, e 3.500 espectadores de 45 países. A lista de palestrantes e convidados deste ano será divulgada em breve.

Representantes de líderes globais de alimentos como JBS, Perdue e ADM, assim como os pioneiros da carne à base de vegetais, Beyond Meat e Impossible Foods estão nesta lista.

Importância do Brasil

A participação brasileira tratará de temas importantes, como o comportamento do consumidor brasileiro em relação às proteínas vegetais, regulação do setor e o potencial da biodiversidade nacional para as proteínas alternativas.

Gustavo Guadagnini, diretor executivo do GFI Brasil, é uma das principais autoridades do setor e vai moderar o painel “Brazil, from barn to supermarket in the world!” (Brasil, de celeiro  a supermercado do mundo), que acontecerá dia 23 de setembro.

Além de Guadagnini, participarão como painelistas outros integrantes do GFI Brasil, como Raquel Casselli (pesquisa do Consumidor Brasileiro), Alexandre Cabral (Projeto Brasileiro de Rotulagem de Proteínas Alternativas e Estudo Regulatório) e Katherine de Matos (biodiversidade para indústria de proteínas alternativas).

Guadagnini também estará no painel Clima, uso da terra e biodiversidade, apresentando o Brasil como um “estudo de caso”.

Para saber mais sobre a 3ª edição da Good Food Conference basta acessar o link https://hopin.com/events/good-food-conference-online?ref=f4e01cad7838

 

Foto de Capa: Divulgação.

Jornal do Sudoeste

Materias Recentes

Os comentários são de responsabilidade de seus autores.

Deixe seu comentário

Categorias ,