Meio Ambiente: secretaria intensifica fiscalização de combate a caça, desmatamento e queimadas em Macaúbas

Por Cassio Silva

 

Conforme nota, a Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Macaúbas – Bahia, durante esta estação seca, entre os meses de agosto, setembro e início de outubro, onde as matas estão mais vulneráveis a corte e queimadas e, os animais silvestres famintos, tandem a se aproximarem das residências para se alimentarem e, aproveitando-se disso, as pessoas estão abatendo veados catingueiros entre outros animais.

Portanto, será feito fiscalizações em todo território do município de Macaúbas, inclusive com a solicitação de apoio Policial, conforme Parágrafo Único do artigo 167, da Lei Municipal nº 657/2017 de 13 de junho de 2017. Com relação ao desmatamento e queimadas se concentrando principalmente na região de Lagoinha de Vassouras (Marinheiro), limite do Município de Bom Jesus da Lapa, Riachão do Daniel e Catolés.

E em relação a caça, Algodões, Suçuarana próximo a comunidade de Juazeiro, Umbu Doce, Pé do Morro e pessoas da região da Vereda que vem caçando na serras do Cristo e Cruzeiro na área urbana de Macaúbas.

Visto que, já temos informações também, de suspeitos de caça, da região dos Algodoes, que vem atuando com ajuda de pessoas dos municípios vizinhos de Tanque Novo.

Lembrando que, atear fogo, caça e porte ou posse ilegal de arma de fogo é crime, previsto na LEI No 10.826, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2003 e  LEI Nº 9.605, DE 12 DE FEVEREIRO DE 1998.

Jornal do Sudoeste

Categorias