Neurocirurgião faz alerta para que pessoas não se acostumem com as dores na coluna

As dores que merecem atenção médica são mais comuns do que se imagina; veja quando procurar um especialista 

Por Rita Parússulo

São Paulo, maio de 2021 –A dor nas costas pode surgir por diversos motivos: postura inadequada, esforço repetitivo, lesão, prática de esportes sem acompanhamento especializado, envelhecimento, traumas e patologias que atingem a região. Em todos esses casos, o parecer do especialista é indispensável quando a dor permanece por muitos dias ou quando ela é muito intensa.

Para o Dr. Cezar de Oliveira, neurocirurgião especialista em procedimentos minimamente invasivos da coluna no Hospital Sírio-Libanês, muitos pacientes menosprezam as dores nas costas e chegam no consultório apenas quando já possuem outros sintomas associados, como formigamento ou fraqueza muscular. “Existe algo quase que primitivo no ser humano quando nos referimos à resistência da dor, preferimos adaptar nossas rotinas, deixar de fazer o que gostamos. A maioria convive com a dor por longos períodos antes de buscar ajuda. Ignoramos o fato que o diagnóstico e tratamento precoce, muitas vezes, pode ser decisivo quando o assunto é a coluna vertebral”, explica.

A saúde da coluna está intimamente ligada à qualidade de vida que temos. Sendo a estrutura mais nobre do nosso esqueleto, a coluna é responsável pela sustentação de nossos corpos, por todos os movimentos que realizamos, por proteger a medula espinhal e, quando prejudicada, compromete diretamente a nossa longevidade.

“Todo corpo pode adoecer, isso faz parte de estar vivo e de se estar vivendo. Mas nós, médicos, estamos aqui para isso. Nos dedicamos e nos esforçamos para cuidar de cada paciente, para pensar na melhor alternativa em cada caso. Estamos aqui para que você possa fazer tudo aquilo que desejar sem sentir dores”, conta o neurocirurgião.

O diferencial do atendimento humanizado

O atendimento humanizado é um diferencial que vem ganhando espaço em alguns consultórios no Brasil. Focado única e exclusivamente em soluções personalizadas em cada situação, esse tipo de atendimento não dispensa perguntas pessoais sobre a vida, hobbies, planos e sonhos do paciente.

“Quando entendemos quem é o nosso paciente, o que ele faz, o que ele gosta de fazer e o que ele espera fazer, buscamos alternativas que condizem com a realidade que ele vive. Quando falamos em cirurgia coluna, principalmente, alguns tipos de tratamento podem ser a solução para a patologia, mas não para o estilo de vida do paciente. Por isso, o atendimento humanizado é tão importante e necessário”, alerta o médico.

Faça você também a sua parte

Não se esqueça que escolhas saudáveis não são importantes apenas para a saúde da coluna! A boa alimentação, a manutenção do peso, exercícios físicos diários e boas noites de sono são fundamentais para a saúde geral do organismo.

“O nosso corpo foi feito para estar em constante movimento, não deixe que as dores nas costas sejam um impedimento. Busque ajuda!”, finaliza.

Foto de Capa: Divulgação.

Jornal do Sudoeste

Os comentários são de responsabilidade de seus autores.

Deixe seu comentário

Categorias ,