“Os desmandos da Administração Municipal estão causando prejuízos para a população de Botuporã”, diz ex-aliado

Um dos principais aliados e responsável direto pelas articulações que garantiram a estabilidade da Administração Municipal no período de transição, quando o então vice-prefeito Otaviano Joaquim  – Tavim – Neto (DEM) assumiu o mandato com o falecimento do ex-prefeito Hedílio – Dr. Tila – Brandão Marques, em agosto de 2013, e avalista da reeleição em 2016, o vereador Glauber Magalhães Marques (PR) apontou, em entrevista exclusiva ao JS, os motivos que justificaram o rompimento com o gestor e sua nova postura em relação ao Governo Municipal.

Com a mesma habilidade política herdada do pai, ex-prefeito Hedílio – Dr. Tila – Brandão Marques, o vereador Glauber Magalhães disse que esgotou todas as possibilidades de diálogo com o prefeito para que procedimentos administrativos pudessem ser corrigidos antes de decidir pelo rompimento da aliança política.

“A partir da reeleição o prefeito mudou de forma radical o  comportamento e, além de dotar ou permitir a adoção de práticas que colocam em dúvida a seriedade e probidade da gestão, passou a não mais dialogar com os aliados, que como eu, questionavam os rumos da Administração”, afirmou o vereador republicano, acrescentando que a nova postura do gestor e de seus mais próximos auxiliares fizeram com que as queixas da população em relação ao atendimento e a disponibilidade de serviços ganhassem uma grande projeção.

“Tem sido recorrente, desde a posse da atual gestão, as reclamações da população, que temos constatado, por exemplo, da falta de medicamentos nos Postos de Saúde e no Centro de Atenção Psicossocial (Caps) tem causado preocupações e prejudicado a tratamento de pessoas carentes do município”, ressaltou o vereador.

Glauber Magalhães também apontou o descaso da Administração Municipal com a zona rural, lembrando que algumas localidades chegaram a ficar mais de noventa dias sem água por problemas nas bombas dos poços artesianos. O vereador denunciou ainda a realização de um certame licitatório, no último dia 11, para contratação de máquinas para serviços de limpeza de barragens e aguadas sem limpeza “sendo que o município possui os equipamentos necessários para executar essas ações”, ponderou.

 

LEIA MATÉRIA COMPLETA NAS EDIÇÕES IMPRESSA/DIGITAL

Redacão Jornal do Sudoeste

Redacão Jornal do Sudoeste

Desde seu lançamento, o JS vem revolucionando a imprensa regional. Foi e continua sendo pioneiro na adoção de cores em todas as suas páginas e no lançamento de suplementos especiais que extrapolam o simples apelo comercial, envolvendo a comunidade em reflexões sobre temas de interesse geral por ocasião do Natal e dos aniversários de emancipação de municípios da sua área de abrangência de circulação.
Categorias