Pedidos de recuperação judicial fecham primeiro semestre de 2021 com queda de 24,5%, de acordo com Serasa Experian

Micro e pequenas empresas lideram solicitações de recuperação judicial e falências

Por: Viviane Garcia

São Paulo, 27 de julho de 2021 – Indicador de Falências e Recuperação Judicial da Serasa Experian registrou o total de 454 pedidos de recuperação judicial no país no primeiro semestre de 2021. Esse foi o menor número acumulado desde 2014, quando o índice marcou 414 solicitações. Segundo dados, o comparativo entre os primeiros seis meses deste ano e o mesmo período de 2020 revelou uma queda de 24,5%. A análise por porte mostra destaque para as micro e pequenas empresas, que são responsáveis por 312 requisições. Em sequência estão as médias, com 97 casos e as grandes com 45. Veja a variação do total de ocorrências gerais no gráfico abaixo.

De acordo com o economista da Serasa Experian, Luiz Rabi, embora as empresas tenham passado por diversos desafios financeiros durante o ano devido a pandemia, “a retomada econômica obtida no primeiro trimestre deve continuar se fortalecendo, o que impacta positivamente esse cenário. Além disso, a expansão do mercado de crédito brasileiro foi essencial para manter os negócios em operação. Um terceiro fator são as linhas de renegociação, que seguem crescendo e ajudando a afastar os empresários da insolvência”.

Na avaliação dos segmento, por ordem crescente, os números de pedidos de recuperação judicial mostram a Indústria com apenas 73 solicitações, Comércio com 96 e Serviços, com 238. Com base nesses números, o setor de Serviços apontou o pior desempenho, já que teve a menor queda percentual de requisições na comparação do acumulado deste primeiro semestre. Confira as variações na íntegra no gráfico a seguir.

Solicitações de Falências crescem 2,9%
Ainda na análise acumulada do primeiro semestre, as requisições de falências cresceram 2,9%, indo de 455 (jan-jun/20) para 468 (jan-jun/21). A expansão foi puxada, principalmente, pelo segmento de Serviços, que teve 265 pedidos. Em seguida estão Indústria (107), Comércio (92) e Primário (04). No comparativo por porte os micro e pequenos negócios acumularam 256 pedidos, enquanto os grandes marcaram 116 e os médios 96.

Serasa Experian

A Serasa Experian é líder na América Latina em serviços de informações para apoio na tomada de decisões das empresas. No Brasil, é sinônimo de solução para todas as etapas do ciclo de negócios, desde a prospecção até a cobrança, oferecendo às organizações as melhores ferramentas, nas quais são embarcadas as informações do maior bureau de crédito do país, que também inclui os dados do Cadastro Positivo. Com profundo conhecimento do mercado brasileiro, conjuga a força e a tradição do nome Serasa com a liderança mundial da Experian. Criada em 1968, uniu-se à Experian Company em 2007. Responde on-line/real-time a 6 milhões de consultas por dia, auxiliando 500 mil clientes diretos e indiretos a tomar a melhor decisão em qualquer etapa de negócio.

Constantemente orientada para soluções inovadoras, a Serasa Experian vem contribuindo para a transformação do mercado de soluções de informação, com a incorporação contínua dos mais avançados recursos de inteligência e tecnologia.

Experian

A Experian é líder mundial em serviços de informação. Nos grandes momentos da vida – desde comprar um carro, passando por mandar seu filho para a faculdade, até a crescer o negócio se conectando com novos clientes – nós empoderamos consumidores e empresas a gerenciarem seus dados com confiança. Nós ajudamos as pessoas a tomarem o controle de suas vidas e acessarem serviços financeiros, os negócios a tomarem decisões mais inteligentes e prosperarem, os credores a emprestarem de forma mais responsável e as organizações a prevenirem fraude de identidade e crime.

Empregamos cerca de 17.800 pessoas em 44 países e a cada dia estamos investindo em novas tecnologias, profissionais talentosos e inovação para ajudar todos os clientes a maximizarem cada oportunidade. A Experian plc está listada na Bolsa de Valores de Londres (EXPN) e compõe o índice FTSE 100.

 

Foto de capa: Divulgação internet

Jornal do Sudoeste

Os comentários são de responsabilidade de seus autores.

Deixe seu comentário

Categorias ,