Posse de Lula: O pesadelo acabou e o Brasil agora pode sonhar, diz deputado Waldenor Pereira

Por: joana d’arck cunha santos

Ao participar da posse do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o deputado federal Waldenor Pereira (PT) assim definiu o domingo, 1º de janeiro de 2023: “Um dia para guardar na memória, para celebrar e para deixar registrado no tempo. Dia de sorrir largo, respirar fundo, aliviado, porque, de agora em diante, só os sonhos terão lugar em solo brasileiro. O pesadelo acabou!”.


O deputado esteve presente nos atos da posse, primeiramente no Congresso Nacional, onde Lula assumiu o seu terceiro mandato presidencial, depois no Palácio do Planalto, para acompanhar a inédita subida da rampa e entrega da faixa presidencial pelas mãos de populares. Ele também esteve na recepção oferecida pelo Governo brasileiro, no Palácio do Itamarati, às delegações estrangeiras e chefes e vices-chefes de Estado, de governo e de poder, além de ministros de negócios estrangeiros, enviados especiais e representantes de organismos internacionais.

No evento no Itamarati, Waldenor Pereira encontrou e conversou com várias personalidades nacionais e estrangeiras, dentre as quais o presidente argentino, Alberto Fernandez. Ele destacou o encontro que teve com o que considera dois ícones na vitória de Lula: Cristiano Zanin, que atuou na defesa dos falsos processos contra o presidente, e o presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Alexandre de Moraes, que se notabilizou como garantidor da Constituição e das eleições.


O deputado parabenizou o novo governador da Bahia, Jerônimo Rodrigues, empossado também no domingo pela manhã, que logo em seguida foi para Brasília prestigiar a posse de Lula: “Jerônimo também fez história na Bahia, sendo o primeiro professor, negro e indígena a governar o nosso Estado”, destacou. O deputado também encontrou com Margarete Menezes, a nova ministra da Cultura, e Bruno Monteiro, Secretário de Cultura da Bahia, quando defendeu “mais cultura pra libertar o povo brasileiro!”.


Outros importantes encontros que Waldenor Pereira ressalta foram com a ministra dos Povos Indígenas do Brasil, Sônia Guajajara, e Joênia Whapichana, presidente da Funai, duas lideranças que manteve contato em sua atuação parlamentar em defesa dos povos indígenas, especialmente na campanha contra o Marco Temporal. Ele alegrou-se especialmente ao encontrar-se com o novo ministro do Desenvolvimento Agrário, Paulo Teixeira (PT), seu colega na Câmara dos Deputados, com quem criou laços de amizade: “Tenho certeza que ele fará uma excelente gestão em defesa da agricultura familiar e da produção de alimentos para o programa de combate à fome”, afirmou. Dentre os famosos, registrou um encontro com a cantora Fafá de Belém.

 

 

Foto de Capa: Reprodução Instagram/ Ricardo Stuckert

Jornal do Sudoeste

Os comentários são de responsabilidade de seus autores.

Deixe seu comentário

Categorias ,