O Partido Republicano Brasileiro (PRB) de Brumado definiu na noite da terça-feira (3), na Câmara Municipal de Vereadores, a candidatura do vereador e presidente do Legislativo Municipal, médico Alessandro Lôbo e Silva, para disputar a Prefeitura Municipal de Brumado nas eleições do próximo dia 02 de outubro. O candidato a vice-prefeito será o auditor fiscal da Secretaria de Estado da Fazenda da Bahia, Luís Carlos (Carlinhos) Moura Mattos, do PTC.

Diversas lideranças políticas, comunitárias e empresariais brumadenses e do Estado participara da convenção que homologou a chapa majoritária da Coligação que será composta pelo PORB, PTC, PHS, PSL, PTN, PMB, PSD, PT e DEM, entre as quais o deputado federal Waldenor Alves Pereira Filho (PT/BA), o deputado estadual José Luciano Santos Ribeiro (DEM), o ex-prefeito e ex-vice-governador do Estado Edmundo Pereira Santos (PT) e a suplente de senadora da República Marizete Lisboa Fernandes Pereira (PT)

Em entrevista à reportagem do JS o deputado estadual José Luciano Santos Ribeiro (DEM) disse acreditar que Brumado necessita de alternativas que possam trazer esperança de resgate do seu protagonismo regional e que recoloquem o município na rota do desenvolvimento que gera riquezas, empregos e renda. “Estou convencido que Alessandro tem todas as qualidades e condições para realizar uma gestão inovadora, pautada em novos conceitos de administração pública e com a efetiva participação da sociedade”, afirmou.

O deputado federal petista Waldenor Alves Pereira Filho destacou sua convicção pelo acerto do Partido dos Trabalhadores ao formalizar a aliança e a escolha do nome do presidente do Legislativo Municipal, Alessandro Lôbo, acrescentando que vai estar à disposição e pretende, durante a campanha, apresentar propostas que possam ser debatidas e incluídas no Programa de Governo que será apresentado à população brumadense. Waldenor Pereira foi enfático ao afirmar que o futuro prefeito terá a responsabilidade de administrar a cidade não para um grupo, mas para o conjunto da população, e que está certo que Alessandro Lôbo possui todas as condições para assumir essa missão.

Em sua intervenção, o candidato a vice-prefeito Luís Carlos (Carlinhos) Moura Mattos disse que a aliança formatada com Alessandro Lôbo foi fundamentada em nome de um novo projeto político administrativo para Brumado, que tem como um dos pilares o diálogo franco com todos os setores da sociedade. Luís Carlos (Carlinhos) Moura disse que na pré-campanha teve oportunidade de dialogar e identificar as demandas da população. “Ouvimos [na pré-campanha] empresários, estudantes, professores, profissionais da Saúde, grupo de mulheres, enfim, todos os segmentos da sociedade que querem ser ouvidos e ter suas demandas encaminhadas. A partir dessas conversas elaboramos um diagnóstico que vai contribuir para a construção de um Plano de Governo que vai atender a Brumado como um todo e que foi abraçado pelo Alessandro e não tenho dúvidas, se assim a população brumadense entender, vamos implementar com apoio de uma Câmara Municipal que será ouvida e terá um papel importante para que a população possa ter suas demandas atendidas”, apontou.

Reafirmando o compromisso de renovação do modelo e dos métodos de gestão que o candidato do PRB à sucessão municipal, Alessandro Lôbo, fez seu pronunciamento ressaltando que Brumado precisa de mudanças, não apenas nos compromissos, mas efetivamente em todas as áreas – da Saúde, da Educação, da Infraestrutura, da Segurança Pública, do apoio aos empreendimentos produtivos na cidade e na zona rural, entre outros – que somente serão possíveis com uma profunda mudança na forma como tem sido administrada e tendo como prioridade o diálogo com todos os segmentos da sociedade. “Brumado precisa de cuidados e eu quero ser a renovação para essa cidade”, enfatizou.

A convenção homologou ainda os nomes dos candidatos que vão disputar uma das cadeiras da Câmara Municipal, entre os quais os dos vereadores e candidatos à reeleição Welinton Lopes do Nascimento (DEM), José Carlos – Zé Carlos de Jonas – Marques Pessoa (PT), José Carlos – Catoze – Alves Meira (PT) e José Ribeiro Neves (PT), além do nome da sindicalista Verimar Dias da Silva Meira e do estudante Jackson Leite, ambos do Partido dos Trabalhadores.