77 3441-7081 — [email protected]

Prefeitura de Itambé solicita da Embasa soluções urgentes para regularizar o abastecimento de água

Na manhã desta quarta-feira (22), representantes do Governo Municipal procuraram a gerencia local da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa), com o objetivo de solicitar providências urgentes para promover a regularização do abastecimento de água da cidade, ocorrido devido à baixa vazão do Rio Pardo.

Diante do sofrimento dos moradores com o desabastecimento desde o último final de semana, a Administração Municipal, além de cobrar explicações da Embasa para a comunidade e pedir soluções, também se colocou à disposição da empresa para ajudar no que for preciso.

Na reunião, estavam presentes o vice-prefeito, José Moura (Bita) Gusmão, representando o Prefeito Eduardo Gama; o secretário de Administração, Alex Amorim; o diretor de Agricultura, Marcos Santos; os assessores Eliseu Oliveira e Eronildo Carvalho; além do vereador Janevaes (Aju) Moreira.

Após a visita dos representantes do Governo, no final desta manhã a gerencia local da Embasa emitiu um comunicado nas redes sociais e na emissora de rádio local, Luz FM, informando o cronograma de abastecimento desta semana e afirmando que a previsão de regularização é até o próximo domingo (26).

De acordo com a Nota divulgada, até a conclusão das obras de melhorias no Sistema de Abastecimento de Itambé, com a instalação dos equipamentos para captação de água diretamente do Rio Ribeirão, o fornecimento de água, através da rede de distribuição, acontecerá por setores. Além disso, o abastecimento será complementado por carros-pipa.

 

Desde janeiro, prefeito cobra ações da Embasa

Com o objetivo de antecipar soluções para que fossem evitados problemas no abastecimento, no mês de fevereiro, o prefeito municipal, Eduardo Gama, chamou a gerência regional da Embasa para uma reunião. Naquela ocasião, a gerente regional de Vitória da Conquista, Kelly Galvão garantiu ao prefeito que o abastecimento de Itambé estava sob controle.

Ainda assim, com essa garantia, a Prefeitura logo iniciou uma campanha nos meios de comunicação para alertar a comunidade quanto ao uso consciente da água, através da rádio local e das redes sociais.

            Neste referido encontro, Eduardo destacou a preocupação do Poder Público quanto à situação do Rio Pardo: “Em 2015, a população viveu um verdadeiro caos e não queremos que essa situação se repita”, havia alertado o prefeito, que na ocasião enfatizou o seguinte: “Estamos antecipando as discussões com a Embasa, justamente para evitar o colapso que aconteceu no passado”.

            Nesta reunião, a gerente da Embasa pontuou as medidas preventivas que estariam sendo tomadas, entre elas, medidas técnicas junto à Barragem de Machado Mineiro, em Minas Gerais, além da fiscalização, através da Agência Nacional de Águas (ANA), para conter irrigações clandestinas.

            Além disso, antes mesmo da reunião com a gerência regional da Embasa, um dos primeiros compromissos do prefeito Eduardo Gama foi participar, em janeiro, de audiência com o presidente da Embasa, Rogério Cedraz, juntamente com o deputado estadual, Rosemberg Pinto.

Na oportunidade, Eduardo antecipou ao presidente o problema hídrico de Itambé e ainda solicitou a viabilização de um projeto para construção de uma barragem no município, para resolver definitivamente a situação.

 

Redacão Jornal do Sudoeste

Redacão Jornal do Sudoeste

Desde seu lançamento, o JS vem revolucionando a imprensa regional. Foi e continua sendo pioneiro na adoção de cores em todas as suas páginas e no lançamento de suplementos especiais que extrapolam o simples apelo comercial, envolvendo a comunidade em reflexões sobre temas de interesse geral por ocasião do Natal e dos aniversários de emancipação de municípios da sua área de abrangência de circulação.
Categorias