Presidente Bolsonaro falseia a verdade

É falsa a alegação do presidente Bolsonaro de que o STF proibiu o governo federal de atuar contra a pandemia. Aliás, o governo federal não passa de um grande parlapatão irresponsável ao falar inverdades e não assumir a sua responsabilidade. O seu negacionismo à doença irá lhe custar muito caro às suas pretensões políticas.

A verdade – que Bolsonaro sonega – é que o STF decidiu que todos os entes de federação são responsáveis por medidas de mitigação da Covid-19.

Leiam a nota de esclarecimento da Secretaria de Comunicação Social da Suprema Corte:

“Na verdade, o Plenário decidiu, no início da pandemia, em 2020, que União, estados, Distrito Federal e municípios têm competência concorrente na área da saúde pública para realizar ações de mitigação dos impactos do novo coronavírus. Esse entendimento foi reafirmado pelos ministros do STF em diversas ocasiões”, diz o texto publicado nesta segunda-feira (18) no site do STF.

Bolsonaro deveria ser condenado por crime de responsabilidade ao descontextualizar a decisão do Supremo, bem como ao mentir à população.

Se o STF não fosse de indicação política, o presidente já teria sido mandado para o banco dos réus.

Júlio César Cardoso

Júlio César Cardoso

Bacharel em Direito e servidor federal aposentado. Balneário Camboriú-Santa Catarina.
Categorias

Deixe seu comentário