Prorrogadas inscrições para o Prêmio BEI de Educação Financeira para Escolas Públicas 

As Inscrições para o Prêmio BEI de Educação Financeira se estendem e podem ser feitas até o dia 31 de agosto

Por: Thais Araujo

Foram prorrogadas as inscrições para o Prêmio BEI de Educação Financeira para Escolas Públicas. A iniciativa reconhecerá os dez melhores projetos aplicados em sala de aula envolvendo educação financeira, entre janeiro de 2019 e junho de 2022. Inicialmente, o término das inscrições estava previsto no dia 19 de agosto, mas a organização resolveu estender até o dia 31 de agosto. A divulgação dos ganhadores acontecerá no dia 17 de outubro e as inscrições podem ser feitas no portal Prosas, responsável pela realização do processo.

Os dez professores responsáveis pelos melhores projetos receberão diploma, troféu, divulgação no site e menção honrosa. Entre eles, os cinco melhores receberão um prêmio no valor de R$ 9 mil cada e um bônus de R$ 5 mil será destinado ao projeto avaliado como Prêmio Destaque, ultrapassando mais de R$ 50 mil em prêmios. Todos os dez finalistas terão a oportunidade de se reunirem para uma tarde de premiações na sede da B3, a bolsa do Brasil, uma das empresas patrocinadoras do projeto, em São Paulo, no dia 11 de novembro.

Podem se inscrever no Prêmio, professores que lecionam para turmas dos anos finais do Ensino Fundamental de todo o Brasil e que concluíram o Ensino Superior em uma instituição reconhecida pelo MEC. A seleção dos premiados passará por etapas e será analisada por um Comitê de Especialistas, seguindo os critérios estipulados pelo Edital.

“Desde 2019, a Educação Financeira passou a fazer parte da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), sendo um componente curricular obrigatório nas escolas brasileiras. Com isso, o Prêmio BEI busca valorizar e divulgar educadores de todo o Brasil que estimulam essa temática em sala de aula e inspirar outros projetos”, afirma Sandra Battistella, Diretora Executiva do Instituto BEI.

Segundo a OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico), a educação financeira utiliza a informação e a orientação para melhorar a compreensão em relação aos conceitos e produtos financeiros e com isso, tornar indivíduos mais conscientes sobre o tema. Nas escolas, por exemplo, pode ajudar o aluno a desenvolver a capacidade de lidar com assuntos relacionados a finanças.

O Prêmio BEI de Educação Financeira para Escolas Públicas tem patrocínio da B3 Social e Itaú Unibanco, e apoio da Gol, CONSED e Dengo. Para mais informações e inscrição acesse o site Prosas: https://prosas.com.br/editais/11613-premio-bei-de-educacao-financeira-para-escolas-publicas

Instituto BEI

O Instituto BEI é uma organização social fundada em 2018, que desenvolve programas educacionais e implementa projetos, que estimulam debates e colaboram para formação de políticas públicas. Em uma conexão entre a academia e a sociedade, conta com o apoio de especialistas para realizar pesquisas e buscar as melhores soluções para ações de impacto em diferentes frentes, desde o meio ambiente, ao desenvolvimento urbano e exercício da cidadania. 

 Desde a sua fundação, o Instituto já aplicou programas que ampliaram o acesso aos jovens à educação, como o projeto Educação Financeira em Escolas Públicas, e o Cora — Corações da Amazônia, que auxilia no desenvolvimento pessoal e profissional dos jovens da Amazônia. 

 

 

 

 

Foto de Capa: Reprodução freepik

Jornal do Sudoeste

Os comentários são de responsabilidade de seus autores.

Deixe seu comentário

Categorias ,