Querer x Poder: veja como fazer um consumo planejado

O dilema entre querer x poder é uma constante que convivemos todos os dias com nossas atitudes e ações. É preciso manter o equilíbrio entre razão e emoção e pensar na nossa relação com o dinheiro.

Neste texto vamos falar do consumo planejado, no qual o foco vive entre o impasse de querer e poder. Não queremos dizer que você precisa parar de fazer suas compras, e sim fazê-la de forma consciente.

Afinal, o consumo atende nossas necessidades e desejos, possibilitando o alcance de sonhos, como a realização de uma viagem ou a compra de uma casa.

A proposta aqui é fazer você pensar no que está comprando e se realmente precisa daquilo. Dessa forma não se gasta dinheiro com coisas totalmente dispensáveis ou se endivida de forma irresponsável.

Vamos entender melhor os benefícios que o consumo planejado pode trazer para sua vida, tanto financeira quanto emocional. Continue lendo e confira.

Consumo planejado

Quem trabalha em uma empresa de elevadores de carga ou nos mais diversos segmentos sabe o valor que seu dinheiro tem. Quando falamos de consumo planejado e da necessidade de manter o equilíbrio entre razão e emoção, também estamos falando da nossa relação com o dinheiro.

Como já falamos na introdução deste artigo, planejar não é sinônimo de restringir, ou seja, consumir de forma planejada e consciente não significa ter que parar de comprar.

A grande questão é comprar coisas que realmente são relevantes para sua vida ou fazer aquilo que realmente gosta, deixando de lado o que traz nenhum retorno significativo para seu dia a dia.

Ao optar por fazer um consumo planejado, você já está pronto para consumir mais, pois vai potencializar o valor do seu dinheiro e eliminar desperdícios. São pequenos atos como:

  • Pagar uma conta em dia;
  • Evitar a cobrança de juros e multas;
  • Fechar a torneira enquanto escova os dentes;
  • Apagar as luzes em locais vazios.

E com pequenas ações como essas você segue consumindo melhor os recursos do planeta e o seus.

Uma atitude inteligente é economizar para comprar algo à vista, como os produtos de empresas fabricantes de painéis elétricos, evitando juros nas parcelas e até conseguindo um desconto por pagar no ato da compra.

O que significa fazer um consumo planejado?

Neste ponto você certamente já entendeu que planejar não significa restringir e que você não precisa parar de comprar para ter um consumo planejado.

A ideia proposta é que você faça mais o que realmente gosta e é relevante para sua vida, e menos do que não lhe traz nenhum retorno significativo.

Ao tomar a decisão de fazer um consumo planejado, você se coloca em posição de poder consumir mais do que realmente é importante, potencializando seu dinheiro.

Com ações simples no dia a dia como mencionamos, e sabendo quais são seus sonhos e prioridades, certamente conseguirá se planejar.

Não há nada de extraordinário em potencializar seu dinheiro e evitar desperdícios. Você deve pensar, por exemplo, na sua análise de consumo de energia elétrica e ver se está gastando demais quando não precisa.

Pense em como você está usando seu dinheiro agora e como pode valorizar mais o que ganha. É claro que isso exige algumas pequenas mudanças de hábitos, como não desperdiçar água e luz, ou mesmo esperar o volume de roupas aumentar para lavá-las na máquina.

Vantagens de planejar o consumo

Trabalhando em uma empresa especializada em cftv você pode ver que muitos brasileiros têm uma rotina conturbada e nem sempre se planejam para o consumo.

Um consumo planejado rende bons frutos, pois com pequenas economias se consegue um montante relevante ao final do ano, de forma que você pode fazer uma viagem ou comprar algo que realmente queira.

São pequenas economias de R$ 10,00 na conta de água, R$ 20,00 na conta de luz, e assim por diante, que podem te dar um saldo positivo no final do ano, deixando sua consciência tranquila.

Quem consegue ter um real planejamento do consumo obtém uma série de vantagens e benefícios. Entre eles estão monitorar o endividamento, pois um cidadão consciente de suas receitas e despesas controla melhor seus gastos.

Você também aumenta seu patrimônio, pois quem planeja sua renda consegue direcioná-la para alguma forma de investimento. O mesmo vale não só para pessoas físicas, mas também para uma empresa de montagem mecânica.

Ao conseguir reduzir gastos desnecessários, tem-se um aumento na receita, aproveitam-se os melhores preços e as melhores oportunidades.

Um bom exemplo é ir ao mercado com uma lista de compra já feita, de forma que você não precise ficar indo na mercearia mais próxima buscar itens faltantes e com o dobro do preço.

Você deve também utilizar os juros a seu favor, pois eles nem sempre são o vilão da história. Basta que você pague suas contas em dia e não faça várias compras parceladas.

Por fim, potencialize os recursos disponíveis pesquisando preços, aproveitando oportunidades e negociando valores.

Dificuldades para planejar o próprio consumo

Como você acompanhou, ter um consumo planejado traz muitas vantagens, mas nem todas as pessoas conseguem estabelecer boas rotinas com esse propósito.

Não se julgue por isso, pois é difícil criar novos hábitos, e existem justificativas pessoais e históricas para fazer compras por impulso. Empresas de plantas ornamentais sabem das questões históricas que o Brasil viveu nos últimos períodos.

Nosso país viveu um período de hiperinflação que só acabou em 1994 com a elaboração e implantação do Plano Real. Muitos adultos de hoje viveram suas infâncias em um sistema no qual o dinheiro não tinha valor, pois a remarcação de preços em lojas e supermercados era diário.

Era uma época em que não fazia sentido guardar dinheiro ou esperar para fazer uma compra à vista. O que ocorria era que assim que as pessoas pegavam seu salário, já tinham que aproveitar para comprar o que pudessem antes que o dinheiro se desvalorizasse.

Os tempos mudaram e hoje a inflação está controlada, havendo alguns problemas, mas nada comparado ao período anterior ao Plano Real.

No entanto, existem pessoas que seguem a mesma lógica daquela época, o que é chamado de memória inflacionária. Para combater isso, basta estudar um pouco a economia atual e entender as evoluções que tivemos de lá pra cá.

Uma empresa de instalação de alarme de incêndio, assim como outras empresas, podem constatar que outro problema é a falta de conhecimento. Ainda existem muitas pessoas que têm acesso a informações práticas e simples sobre educação financeira.

Elas apenas recebem seu salário, retiram e gastam, sem planejamento ou sem nem pensar direito no que estão fazendo. Certamente você já ouviu histórias ou conhece pessoas que estão muito endividadas por empréstimos consignados.

Esse é um grande problema para o consumo planejado, pois em um empréstimo de um alto valor com parcelas pequenas e quase infinitas, existem uma série de juros que são cobrados, de forma que o indivíduo paga mais que o dobro do que recebeu.

Os brasileiros carecem de educação financeira, desde os tempos de escola, para gerir e lidar melhor com suas finanças pessoais. Outra dificuldade para planejar o consumo é a busca pelo prazer imediato, que ocorre normalmente para compensar algum problema.

Certamente não é incomum para você saber de quem briga com a namorada e sai para tomar cerveja com os amigos, quem discute com os pais e sai para comprar roupas ou quem acorda mal humorado e vai ao shopping para se animar.

A melhor dica nessas situações é deixar a carteira e os cartões em casa e ir dar uma boa caminhada para esfriar a cabeça e pensar melhor.

Quem trabalha em um reservatório cilíndrico de água ou nos mais diversos segmentos tem diversos estresses, mas não deve deixar que uma discussão ou uma noite mal dormida influencie em sua busca pelo planejamento do consumo.

Considerações finais

Em nosso artigo, mostramos os benefícios e as vantagens que o consumo planejado pode trazer para sua vida emocional e financeira. Tratamos também das dificuldades para se planejar financeiramente, de forma que é importante entender o contexto de cada um.

Mas ter o controle sobre o próprio dinheiro e saber que no fim do mês não vai faltar é um passo muito importante para se garantir uma boa qualidade de vida e manter o bem-estar.

Não há nada de extraordinário em potencializar o valor do seu dinheiro e evitar desperdícios e gastos desnecessários. Pare um pouco, pense como você está usando seu dinheiro e como pode valorizar mais o que ganha.

São pequenos hábitos que têm que ser reestruturados para um consumo consciente e planejado.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos

 

 

Foto de Capa: Reprodução Freepik

Jornal do Sudoeste

Os comentários são de responsabilidade de seus autores.

Deixe seu comentário

Categorias ,