77 3441-7081 — [email protected]

Sebrae paga 70% de serviços como criação de marca

Empresário pode solicitar os serviços do Sebraetec pelo site www.sebraetec.com

 

Por Analice Vieira

 

Criar uma marca, um website ou desenvolver layout de embalagens e rótulos para produtos estão entre as necessidades básicas das empresas, que muitas vezes esbarram no custo de contratação desses serviços. Pensando nisso, o Sebrae oferece um programa que promove inovação nos pequenos negócios com apoio financeiro, permitindo o subsídio de 70% do investimento: o Sebraetec. A partir deste mês, o empresário pode solicitar os serviços do programa sem sair de casa, por meio do site www.sebraetec.com. Lá microempreendedores individuais (MEI), micro e pequenas empresas (MPE) poderão ter acesso a mais de 120 opções de consultorias inovadoras.

 

É possível, por exemplo, que uma empresa desenvolva seu website arcando com apenas 30% do investimento, que, dentro do programa Sebraetec, representa R$ 885. A variedade ofertada atende a diversos modelos de negócio e gargalos empresariais e é dividida em sete categorias: inovação, design, qualidade, produtividade, propriedade intelectual e serviços digitais.

 

O custo para o empresário varia de R$ 130,50 a R$ 9 mil, a depender do serviço escolhido e cotação realizada, podendo ser ainda mais baixo. É possível contratar desde soluções como desenvolvimento de logotipo, cartão de visita, mídias sociais e e-commerce, até estudos de viabilidade técnica e econômica, planos de emergência e prevenção a combate de incêndio e pânico, eficiência energética, e preparação para a obtenção da Certificação ISO 9001 e 14001. Também há soluções ofertadas especificamente para as necessidades do agronegócio.

 

Navegando no site, o empresário pode buscar as soluções de que precisa, visualizar os custos e aderir apenas às soluções de que o seu negócio necessita. Ele pode, inclusive, ver o quanto vai conseguir economizar ao pagar apenas 30% do valor total. Na consultoria para a criação de um rótulo ou embalagem, por exemplo, o empreendedor arca apenas com o custo de R$ 193,50. Os valores oferecidos pelo programa foram determinados considerando a realidade dos pequenos negócios, tornando acessíveis as consultorias com profissionais especializados.

 

Em 2018, o Sebrae Bahia destinará até R$ 9 milhões para arcar com a fatia de 70% dos serviços prestados pelo Sebraetec. No ano passado, 3 mil pequenos negócios baianos participaram do programa, que foi lançado em 2007 e vem agregando mais soluções desde então. E o índice de satisfação dos clientes atendidos é alto: mais de 91% deles recomendam o Sebraetec.

 

Fotos: Darío G. Neto

Jornal do Sudoeste

Categorias