SENAI Bahia tem 4,4 mil vagas abertas para cursos técnicos

Do total de vagas oferecidas pelo SENAI, 387 são destinadas para o programa de bolsas de estudo gratuitas. As inscrições vão até 30 de junho.

 

Por: Marquezan Araújo/Agência Brasil 61 

 

Até 2025, o Brasil precisará qualificar 9,6 milhões de pessoas em ocupações industriais. É o que revela o Mapa do Trabalho Industrial 2022-2025, estudo realizado pelo Observatório Nacional da Indústria. Desse total, 2 milhões em formação inicial e 7,6 milhões em formação continuada.

Diante desse cenário, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial da Bahia (SENAI-BA) identificou as principais áreas demandadas para direcionar cursos técnicos a essas oportunidades. “Estamos bastante atentos ao que o Mapa do Trabalho sinaliza, principalmente onde essas ocupações estão sendo demandadas. Ou seja, toda oferta do SENAI Bahia está embasada em uma série de dados que compõem nossa inteligência de mercado, mas, com certeza, no pacote desses dados, temos o Mapa do Trabalho como um farol que nos guia na definição da nossa oferta de cursos”, pontua a gerente executiva de Educação Profissional do SENAI Bahia, Patrícia Evangelista.

A partir desse quadro, o Senai Bahia abriu inscrições para 4,4 mil vagas em cursos técnicos. A iniciativa abrange o período letivo do segundo semestre de 2022. Os cursos se dividem em presenciais e semipresenciais e serão distribuídos nos municípios de Alagoinhas, Camaçari, Feira de Santana, Juazeiro, Lauro de Freitas e Salvador.  As aulas devem começar no dia 1° de agosto de 2022.

As matrículas podem ser feitas pelo site, até o dia 30 de junho. Este prazo também garante 30% de desconto na primeira mensalidade aos estudantes que se matricularem nos cursos pagos. Vale destacar que os estudantes podem solicitar crédito estudantil com ou sem fiador. A medida possibilitará pagamento de 50% da mensalidade durante o curso e o restante do valor, após a formação.

Segundo Patrícia Evangelista, o curso técnico precisa ser encarado como uma excelente oportunidade de ingresso mais rápido e qualificado no mercado de trabalho. “Temos exemplos de pessoas que optaram por um caminho profissional e que hoje encontram no curso técnico a possibilidade de diversificar sua área de atuação, inclusive de empreender”, destaca a gerente.

Do total de vagas, 387 são destinadas para o programa de bolsas de estudos gratuitas. Serão 267 bolsas de estudos para cursos presenciais e 120 para semipresenciais. As oportunidades são destinadas a pessoas que tiveram pontuação média igual ou superior a 500 pontos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), entre 2016 e 2021, e que declararem ser de baixa renda, além de outros requisitos previstos em edital. O prazo para inscrição é 30 de junho.

“O interessado deve acessar o site www.tecnicosenai.com.br, clicar em concorrer a bolsa de estudos de curso técnico, escolher o curso, anexar a documentação exigida e fazer uma autodeclaração de baixa renda. A partir daí, ele já está apto a concorrer à vaga. O resultado sai no início do mês de julho”, explica a gerente.

O resultado do processo seletivo das bolsas gratuitas sairá no dia 6 de julho. Já as matrículas para quem foi aprovado nesse processo deverão ser feitas entre os dias 6 e 11 do mesmo mês.

Alana Vitoria dos Santos tem 21 anos e mora em Salvador. Ela é aluna bolsista do curso técnico em eletrotécnica do SENAI Bahia. A jovem conta que sempre foi apaixonada pela área e que agora encontrou a oportunidade de se especializar. Para Alana, a expectativa é de que o curso renda bons frutos no futuro.

“Um técnico em eletrotécnica pode trabalhar nos mais variados âmbitos. Por exemplo, pode atuar na criação de projetos elétricos industriais. Também pode trabalhar em várias empresas, como de energia solar, em indústrias. Então, por ser um mercado muito amplo, que oferece várias oportunidades, estou com as melhores expectativas possíveis em relação a conseguir um emprego logo que terminar o meu curso”, projeta.

Maiores chances de contratação

Apesar de o Brasil ter registrado uma taxa de desemprego que chegou a 11,1% no 1° trimestre de 2022, dados da na Pesquisa de Acompanhamento de Egressos 2019/2021 revelam que sete em cada 10 ex-alunos de cursos técnicos do SENAI estão empregados.

Em relação aos cursos da graduação tecnológica, a taxa chega a 81,3%. As áreas Automotiva, de Refrigeração e Climatização, Mineração, Energia, Automação e Mecatrônica e Metalmecânica tiveram maior empregabilidade.

Além disso, de acordo com o levantamento, ao se comparar a renda média enquanto concluinte e depois de um ano, quando egresso, o técnico de nível médio conta com uma elevação de 22,7% na renda.

Cursos presenciais

●    Administração
●    Automação industrial
●    Desenvolvimento de sistemas
●    Edificações
●    Eletromecânica
●    Eletrotécnica
●    Logística
●    Manutenção automotiva
●    Mecânica
●    Mecânica de precisão
●    Mecatrônica
●    Petroquímica
●    Qualidade
●    Química
●    refrigeração e climatização
●    Redes de computadores
●    Segurança do trabalho

Cursos semipresenciais

●    Administração
●    Eletromecânica
●    Eletrotécnica
●    Logística
●    Segurança do trabalho

Foto da capa: Valter Andrade/ Coperphoto /Sistema FIEB

Jornal do Sudoeste

Os comentários são de responsabilidade de seus autores.

Deixe seu comentário

Categorias ,