Vacina de Oxford é 76% eficaz por três meses após primeira dose

Segundo a AstraZeneca, a eficácia aumenta quando a segunda dose é dada

 

Por Alan Rios/ Agência Brasil 61

 

Um estudo divulgado pela Universidade de Oxford mostrou que a vacina desenvolvida em conjunto com a AstraZeneca tem 76% de eficácia contra infecções sintomáticas durante três meses após uma única dose. A pesquisa também ressalta que a eficácia aumenta quando a segunda dose é dada mais tarde.

Segundo a universidade, essas conclusões reforçam a decisão do Reino Unido de ampliar o período de tempo entre as duas doses para 12 semanas. Esses resultados são frutos de testes no Reino Unido, no Brasil e na África do Sul.

Os pesquisadores de Oxford afirmam que a eficácia da vacina após uma única dose padrão entre o dia 22 e o 90º dia pós-vacinação foi de 76%, indicando que a proteção não diminuiu durante esse período inicial de três meses. Quando a dose de reforço foi administrada menos de seis semanas após a primeira dose, a eficácia foi de 54,9%.

Foto de Capa: Tânia Rego/ Agência Brasil.

Jornal do Sudoeste

Categorias ,