Vivência do Bem

O júbilo da Vida é aquele que lha damos. Logo, se ela for
altamente desafiadora, não significa que não venha a se tornar rica
em realizações e plena de felicidade. Tem de ser vivida em
magnitude, pois há sempre ocasião de se vivenciar o Bem.
E, quando sentimos Deus, que é Amor elevado à enésima
potência, a Vida alcança o ritmo e a extensão da Eternidade.
Quer dizer, o Espaço-Tempo, a integração no Dia do Senhor,
conforme lemos no Apocalipse, 1:10: “Achei-me em Espírito, no
Dia do Senhor (…)”.
E por que é necessária a nossa integração no Dia do
Senhor? Justamente porque ele singulariza o estado espiritual-
psíquico de conformidade com o Espaço-Tempo de Deus. Então,
nós mesmos seremos Espaço-Tempo Divinos, ou seja, a própria
Profecia, que é Deus em nós, “o testemunho de Jesus”, como está
grafado no último livro da Bíblia Sagrada, 19:10: “(…) o
testemunho de Jesus, o Cristo, é o espírito de Profecia”.
Integrados, pois, nesse Sacrossanto Conteúdo, nos
tornaremos os reais condutores de nossos destinos; construtores,
hoje, de dias mais felizes, no porvir.

José de Paiva Netto

José de Paiva Netto é jornalista, radialista e escritor. [email protected] - www.boavontade.com
Categorias

Deixe seu comentário