Waldenor Pereira critica discurso da ministra de Estado da Agricultura

Por Redação

A expressiva alta nos preços da carne comercializada em todo o país e, principalmente, o discurso da ministra de Estado da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias, para justificar o aumento de preços, foram duramente criticados pelo deputado federal Waldenor Alves Pereira Filho (PT/BA).

Deputado federal Waldenor Alves Pereira Filho (PT/BA) – Foto: Agência Câmara

O parlamentar petista baiano lamentou que a ministra Tereza Cristina, na entrevista que concedeu ao jornal O Estado de S. Paulo, no último dia 29 de novembro, tenha afirmado de forma enfática que o preço da carne para o consumidor brasileiro, que no mês passado teve uma alta superior a 35%, não vai mais retornar ao patamar anterior.

Para Waldenor Pereira, a ministra reflete o que pensa o Governo Jair Bolsonaro, faz chacota do povo brasileiro e reforça a política perversa que privilegia os ricos e as potências estrangeiras. “Ela fala a língua desse Governo que cortou do salário mínimo e, somente na última semana, anunciou aumento do gás, da eletricidade, dos combustíveis e influenciou na disparada do dólar e no preço da carne que o brasileiro consome”, sublinhou Waldenor Pereira.

Sem esconder sua indignação, o parlamentar petista apontou que o discurso da ministra é uma vergonha e um desrespeito com a população brasileira, “que já começa a sentir na pele os desajustes das políticas perversas deste presidente (Jair Bolsonaro) e sua equipe”, pontuou.

Waldenor Pereira fez coro com outras lideranças da oposição ao Governo Bolsonaro que estaria, segundo ressaltou, fortalecendo um quadro de estagnação econômica e de retirada de direitos e conquistas sociais preocupantes. Para o petista, é fundamental, nesse momento, que as forças oposicionistas do país se unam na formação de uma frente de resistência e de defesa da democracia.

Jornal do Sudoeste

Categorias