A importância de refletir sobre a relação

Vamos refletir sobre a importância de questionar o relacionamento. O que significa isso? Seja num relacionamento que nem mesmo começou, num relacionamento que já vem há muitos anos sem sair do lugar, num relacionamento que se mostra falido, não continue a viver de ilusões. Tome alguma decisão, busque o diálogo, converse sobre as coisas que incomodam, encare a realidade, veja se o seu relacionamento está ajudando a se sentir verdadeiramente, vivo. Estar ao lado de alguém e manter esse relacionamento, não isenta você e seu parceiro de se questionarem. O que é a pergunta que tem que fazer? O que esse relacionamento tem trazido para a nossa vida. É um grande engano não querer dizer aquilo que se sente, para tentar manter um relacionamento tranquilo.

Alguns chegam a optar pelo silêncio. Então afirmam: é melhor eu não dizer nada! Que grande engano! No desejo de manter a paz sonhada ou pelo medo da verdade que só o diálogo pode revelar, deixaram se conduzir para um divórcio emocional. Estão divorciados, mas juntos. E as pessoas que se sentem presas em casamentos infelizes costumam se sentir miseráveis. Os casamentos que duram nem sempre são desprovidos de conflitos. Alguns casais brigam, mas também cobrem um ao outro de afeto. Outros casais nunca levantam a voz, mas também raramente elogiam ou acariciam um ao outro. Se a gente pergunta a casais, qual o segredo de uma relação duradoura… um dos segredos é conversar sobre tudo.

Questione o seu relacionamento. Os tombos mais altos são aqueles que nunca ventilaram a hipótese de uma decepção ou ruptura. Parta da realidade, pois ninguém neste mundo está imune a quedas. Para que um dia você não repita aquela costumeira frase: achei que isso nunca ia acontecer comigo. Dialogue, questione o seu relacionamento. Uma briga, uma discussão, não precisa ser o fim de uma relação. A dúvida conversada é muito mais saudável do que a certeza cega e ilusória. Pense nisso e cuide do seu relacionamento.

 

Padre Ezequiel Dal Pozzo

Categorias

Deixe seu comentário