77 3441-7081 — [email protected]

A tal da temperatura ideal

Você resolve fazer um jantar em casa e pensa em abrir um vinho de cada estilo para seus convidados, fazendo uma brincadeira de harmonização, por exemplo. Mas surge uma dúvida: como cuidar da temperatura de cada vinho? Situação difícil, mas vou dar dicas que vão lhe fazer tirar de letra esse probleminha. Vamos lá!?

Primeiramente, mantenha todos os seus vinhos e espumantes em sua adega climatizada, assim você estará mantendo a temperatura ideal para que eles tenham uma boa conservação. Algumas adegas têm, inclusive, duas temperaturas, assim você pode colocar o vinho de cada estilo na temperatura ideal. Mas se você não tem uma adega, não se desespere!

Vamos começar pelos espumantes e vinhos brancos, eles podem ser resfriados no freezer de sua geladeira — tenha bastante cuidado para que eles não congelem. O ideal é que eles comecem a ser resfriados para a temperatura ideal uma hora antes do serviço (isso, levando em conta que eles já estão resfriados).

Imaginando que em seguida você fará o serviço do vinho rosé, provavelmente acompanhando alguma salada com frutos do mar, deixe que ele fique ligeiramente resfriado, com a temperatura um pouco acima do vinho branco. Já o vinho tinto, controle a temperatura para que não seja menor que 14C°.

Neste momento você deve estar querendo respostas como “qual é a temperatura ideal pra cada estilo?” e “como controlar a temperatura do meu vinho dentro da geladeira?”. Vou tirar essas dúvidas, mas permita-me outra dica sobre conservação de vinhos na geladeira: cuide para que eles fiquem longe de alimentos que possam passar cheiro.

Atualmente você encontra com facilidade termômetros para garrafas, que facilitam na hora de controlar a temperatura. Tenha sempre a mão, eles facilitam a vida (inclusive se você tiver uma adega climatizada).

Existe uma temperatura adequada para cada tipo de vinho. Seria um crime, por exemplo, deixar um espumante congelar ou servir um tinto encorpado em temperatura ambiente de 20C°. A temperatura vai subindo, de acordo cada estilo.

        A temperatura é fator importante para o vinho, já que é uma bebida que está sujeita a reações químicas dentro da garrafa. Para que essas reações não causem danos, é preciso que o vinho seja armazenado em condições adequadas.

Espumantes devem ser servidos a 4C°, do contrário ficam intragáveis (experimente beber Coca-Cola quente e você saberá do que estou falando); vinhos brancos, a temperatura ideal será entre 6C° e 8C°: mais do que isso a sensação de acidez será altíssima, o que pode afetar a qualidade do vinho mascarando seus atributos; os vinhos rosés beba entre 10C° e 12C°, assim eles proporcionam uma sensação de frescor e jovialidade (imagine uma tarde quente à beira da piscina e um vinho rosé na temperatura ideal para refrescar!); os vinhos tintos podem ser servidos em temperatura maior: entre 14C° e 16C°. Isso varia muito entre os mais leves e mais encorpados, a temperatura afeta diretamente no resultado final, mostrando as verdadeiras características dos vinhos, sejam eles frutados ou com buquê especial.

Já reparou que quando os vinhos são armazenados em caves subterrâneas a luz é bem reduzida, o silêncio é constante, a umidade é controlada e a temperatura é baixa? Esses fatores influenciam diretamente na qualidade do vinho. A temperatura é fator importante para o vinho, já que é uma bebida que está sujeita a reações químicas dentro da garrafa. Para que essas reações não causem danos, é preciso que o vinho seja armazenado em condições adequadas.

A alta temperatura dos vinhos elevam a percepção alcoólica, acidez e tanino, diminuem os aromas e suas características no paladar. As baixas temperaturas adormecem suas papilas gustativas e fazem com que o vinho não tenha personalidade.

A temperatura ideal para o serviço de vinhos é um dos fatores que envolvem toda a elegância do serviço. Mas, voltando ao princípio de que o vinho deve ser uma curtição, faça o teste de temperatura você mesmo e descubra suas preferências. Convide os amigos, abra uma garrafa e faça do momento uma celebração. Afinal, foi para isso que o vinho foi criado: para celebrar!

Tim! Tim!

Aline Oliveira

Aline Oliveira

Aline Oliveira tem 26 anos, e como toda baiana, ama acarajé. Mas é apaixonada por vinhos, seus encantos e sabores e uma enófila eterna. Trabalha no ramo de vinhos desde 2014, onde iniciou seus estudos. Em 2016 se especializou na área na Faculdade Ruy Barbosa - Wyden e desde 2017 atua na área de vinhos e bebidas dando consultorias e assessoria para estabelecimentos; ministrando cursos e degustações guiadas. Possui formação de Barista na Cafeteria Rigno, pelo Barista Emerson Nascimento. Compartilha de seus conhecimentos sobre vinhos no seu próprio site: alinesommelier.com.br e em uma conta no Intagram @alineoliveira_sommeliere, além de sua página no Facebook @alinesommelier
Categorias