AH! QUANTA COISA BONITA

Eu queria dizer-te!…

Quanto riso

Provocar!…

Tanta alegria em convencer-te

Que o mais importante

É te amar

Sentir-te

Querer-te

Enquanto a semente

Germina;

A nuvem se transforma

 Em neblina;

A flor torna-se fruto

E o fruto adoça minha língua

Que míngua

Sem teu sabor.

Tanta alegria em saber

Que mais que faças

Jamais esquecerás

Os meus toques sutis,

Os tolos ardis

Para enlear-te

Em meus braços

Ansiosos do teu calor,

Teu perfume envolvendo

Meu corpo e minh’alma.

Ah! Que saudade da terra,

Da lua, da serra

Da praça contigo!

Quanta coisa perdida,

Achada e escondida

Aqui… Dentro de mim.

Tânia Martins

Tânia Martins

Categorias