Amazônia, as razões do desmatamento!

Poucas regiões do planeta são tão agredidas, diariamente, quanto a Amazônia brasileira. Não há dia que não seja bombardeada, por parte de organizações, tanto nacionais quanto internacionais dizendo que a mesma está sendo saqueada, devastada, invadida ou coisas do gênero!

Todos os dias também aparecem protetores querendo apontar esses fatos sem se preocuparem em indicar uma solução real de como evitar esses feitos. Vendo tudo isso, passamos a acreditar que há, por parte dos responsáveis governamentais da nação, uma verdadeira preguiça em tratar do assunto com a responsabilidade necessária.

Esse espaço nacional é tão grande que pode abrigar países europeus, tais como: Portugal, Espanha, França, dentre outros sem que os seus processos particulares de desenvolvimento sejam prejudicados.

Relativamente a essa situação convido todos a uma reflexão sobre a verdadeira situação da Amazônia brasileira que é maior, em terras contínuas, que todo o continente europeu.

Recentemente, empresários nacionais e internacionais se reuniram para cobrar das autoridades brasileiras um cuidado maior com o desmatamento, queimadas e invasão no nosso cobiçado território nacional.

Consideremos um pleito de fiscalização em uma  região física correspondente à Espanha, dentro da nossa Amazônia Legal. Uma região que não tem estradas, aeroportos, portos e toda uma infraestrutura necessária à guarda geográfica daquela região. Vêm as seguintes perguntas: quantas pessoas seriam necessárias para vigiar atentamente, essa região, impedindo desmatamentos, queimadas e invasões? Que base precisa para que esse serviço se realize? Barcos, aviões, carros, combustível, hospitais aparelhados e, que insumos são necessários à manutenção humana na prática do trabalho?

Será que os empresários queixosos estariam dispostos a carrear recursos financeiros para ser criada a estrutura necessária para que essa região possa ser fiscalizada, como deve ser e impedir todas as agressões?

Essa situação hipotética, considerando apenas um território como o do país espanhol, necessitaria, quanto de valores financeiros?

Quanto dinheiro seria imperioso só para dar inicio a esse empreendimento de fiscalização, contabilização e manutenção dos valores naturais constantes da região?

Essa é uma consideração apenas hipotética, imaginemos passá-la à realidade! É fácil?

[email protected] – 13072020.

Cícero Carlos Maia

Cícero Carlos Maia

Categorias