77 3441-7081 — [email protected]

Arborização é tema do Jornal Eco Kids da Escola Municipal Iza Medeiros

10ª edição do projeto tem envolvimento de toda comunidade escolar

 

Por Secom/PMVC

 

Dez. Esse é o número de edições do Jornal Eco Kids com a publicação da Escola Municipal Iza Medeiros, lançada nesta quinta-feira (8). O envolvimento da direção, professores e alunos também é digno da nota máxima. O tema central dessa edição foi a arborização. Para escrever o jornal, os alunos do Ensino Fundamental visitaram o Poço Escuro e a Horta Comunitária do bairro Kadija, implantada há 34 anos.

Para a solenidade, as salas de aula da escola foram decoradas e os alunos também se prepararam para explicar aos visitantes o que era exposto ali. Houveram ainda apresentações de judô e de musical sobre a importância das árvores para o meio ambiente.

“Esse foi um trabalho de muitas mãos. Ficamos até sem palavras para expressar esse envolvimento, esse compromisso, essa alegria da comunidade escolar. Sabíamos que a Iza Medeiros abraçaria o Eco Kids de forma especial e a maior prova estamos vendo aqui”, declarou a secretária municipal de Educação, Selma de Oliveira, que representou o prefeito Herzem Gusmão no evento.

Na oportunidade, a secretária de Educação sugeriu que a escola batizasse o pátio onde era feito o lançamento do Eco Kids com o nome de Ranolfo Dias Lima. “É preciso que existam outros Ranolfos”. Presente na solenidade, o ex-presidente da associação do bairro e fundador da horta comunitária falou como foi o começo do bairro e do primeiro projeto da associação: “A Horta Comunitária se caracterizou como uma fonte de renda. Durou um ano o preparo do solo, pois na área tinha um lixão. Só então começamos a plantar para existir até hoje, sendo reconhecida pela cidade por um trabalho sistematicamente naturalista”.

O projeto Eco Kids/Eco Teens está em seu quarto ano e é desenvolvido pelo Ministério Público do Estado da Bahia, em parceria com a Prefeitura de Vitória da Conquista e o Governo Estadual. Tanto no Eco Kids, que abrange crianças de até 12 anos, quanto no Eco Teens, cujo público é entre 12 e 17, o objetivo é sensibilizar os estudantes para a importância da questão ambiental. Escolas públicas e privadas participam dessa iniciativa.

A promotora de Justiça Regional Ambiental de Vitória da Conquista, Karina Gomes Cherubini, ressaltou a satisfação do Ministério Público em executar o projeto Eco Kids. Sobre essa edição, ela afirmou: “Falar do jornal é falar de árvore e os alunos da Iza Medeiros não falaram de um substantivo comum, eles falaram de uma árvore adjetivada: árvore da poesia, da inclusão, dos valores, dos sonhos e da própria arborização, que precisa estar em cada bairro de Vitória da Conquista. Parabéns Escola Iza Medeiros pela bela obra plantada”.

Superando a meta – Essas árvores começaram a ser plantadas há 28 anos. Atualmente, a escola tem 480 alunos. E se é pelos frutos que se conhece a árvore, a escola tem dado bons frutos. Em 2017, a Iza Medeiros participou do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) e teve a nota 5.3 nas séries iniciais. “Uma salva de palmas aos professores e funcionários que trabalharam com dedicação. Só tenho que parabenizar a escola. É um orgulho e um estímulo para avançar. Trazemos um agradecimento do nosso prefeito Herzem Gusmão, que tem um olhar diferenciado para os avanços educacionais e ambientais”, comentou a professora Selma.

Uma aluna elogiada, tanto pela promotora quanto pela secretária de Educação, foi Maria Eduarda de Souza, 11. Ela foi responsável por expor o estande que tratou da reciclagem. “O projeto é muito bom. Foi uma ajuda muito boa para as crianças. Eu fiz coisas recicláveis: carrinho, quadro, flor. É bom não jogar lixo na rua, no mato, no mar, porque pode poluir. Eu aprendi tudo aqui”, disse a estudante do 4º ano.

A sua xará de nove anos participou do musical e ajudou na produção da maquete e a enfeitar a sala. “Falamos sobre a árvore, a sua importância para os seres vivos. É muito importante preservar a árvore”, disse Maria Eduarda dos Santos. O seu pai, Marcos dos Santos, foi prestigiar o trabalho da filha e falou da iniciativa: “É um aprendizado melhor para as crianças terem noção do que significar as árvores, as plantas para não fazermos o desmatamento e sim plantarmos”.

Ainda estiveram no lançamento a representante da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Ana Cláudia Passos, e do Núcleo Regional de Educação, Ana Marinho Castro, além do anfitrião, diretor da Iza Medeiros, Ronilson Ferreira dos Santos.

Luto– A ocasião deveria ser festiva, mas também foi um momento de tristeza. Antes das apresentações e das falas, os presentes fizeram um minuto de silêncio pelas mortes prematuras de Sabrina Santos Guerra, 9, aluna do 3° ano C que, no dia 28 de outubro, foi vítima de atropelamento no Bairro Conveima e veio a óbito nessa quarta-feira (7); e de Juliana Santos, 16, ex-aluna da escola, que também nessa quarta-feira foi assassinada no loteamento Santa Cruz.

Jornal do Sudoeste

Categorias