77 3441-7081 — [email protected]

Bahia tem quatro semifinalistas no Prêmio Itaú-Unicef

Nesta fase, cada Organização da Sociedade Civil (OSC) receberá o valor de R$ 20 mil e as parcerias entre OSCs e escolas públicas receberão R$ 40 mil

 

Por Elaine Cristina Alves

 

O Prêmio Itaú-Unicef divulga os cem projetos semifinalistas de sua 13ª edição. Entre eles, quatro são do estado da Bahia, nas cidades de Salvador, Ibotirama, Iraquara e Livramento de Nossa Senhora (confira abaixo).

Realizado há 23 anos, o objetivo do Prêmio Itaú-Unicef é identificar, estimular e dar visibilidade aos projetos que contribuem para garantir o desenvolvimento integral de crianças, adolescentes e jovens em situação de vulnerabilidade social. Este ano, a premiação se divide em duas categorias: Parceria em Ação, em que são reconhecidas parcerias entre organizações da sociedade civil (OSCs) e escolas públicas; e OSC em Ação, dedicada a projetos realizados exclusivamente pelas OSCs.

Nesta fase, foram selecionados 60 projetos na categoria OSC em Ação e 40 na categoria Parceria em Ação. Cada OSC receberá o valor de R$ 20 mil, já as parcerias receberão R$ 40 mil, sendo R$ 20 mil para a OSC e R$ 20 mil para a escola.

“A cada edição do Prêmio Itaú-Unicef são revelados projetos inovadores que mostram como é possível trabalhar na perspectiva da garantia de direitos de crianças, adolescentes e jovens com diferentes temas e ações, mas com a mesma finalidade. O formato adotado este ano, com duas categorias, visa ampliar o alcance e beneficiar um número maior de organizações, escolas e localidades”, explica Camila Feldberg, gerente de Fomento do Itaú Social.

Projetos semifinalistas no estado da Bahia:

 

Categoria OSC em Ação

 “Projeto Cultural Viva Quilombo”

Cidade: Iraquara

OSC: Associação dos Remanescentes Quilombolas do Quilombo Renascimento dos Negros

“Crianças Negras do Quilombo na Construção da sua Identidade”

Cidade: Livramento de Nossa Senhora

OSC: Centro de Formação e Organização Comunitária

Categoria Parceria em Ação

“Conexão Mãos Dadas”

Cidade: Ibotirama

OSC: Associação Beneficente Comunidade de Mãos Dadas – Alto do Fundão

Escola parceria: Colégio Municipal Castro Alves

“Artístico Cultural Harmonia”

Cidade: Salvador

OSC: Fundação Lar Harmonia

Escola parceira: Escola Municipal Teresa Cristina

Etapas de premiação   

 A partir deste grupo de cem semifinalistas será feita a seleção de 30 projetos finalistas, sendo 20 OSCs, que receberão mais R$ 40 mil cada, e 10 parcerias que serão premiadas com mais R$ 100 mil (R$ 50 mil para a OSC e R$ 50 mil para a escola). O anúncio dos finalistas será em outubro.

Em novembro, serão divulgados os seis projetos vencedores nacionais. A categoria OSC em Ação terá quatro premiadas por ordem de colocação (1º lugar R$ 150 mil, 2º lugar R$ 140 mil, 3º lugar R$ 130 mil e 4º lugar R$ 120 mil). Na categoria Parceria em Ação, serão duas vencedoras. O 1º lugar recebe mais R$ 400 mil e o 2º lugar, R$ 360 mil, valores divididos igualmente entre a organização e a escola.

Na 12ª edição, realizada em 2017, foram concedidos R$ 4 milhões em prêmios, beneficiando 19 mil crianças e adolescentes em todo o país. Desde a primeira edição, foram registradas mais de 17 mil inscrições e 1.750 cidades tiveram ações contempladas. Os projetos vencedores no ano passado foram: Circulando a Cultura na Escola (Major Sales / RN); Aluno repórter – a imprensa na escola (Bragança / PA); Projeto Olho Vivo (Niterói / RJ); Cultura, Esporte e Cidadania (Criciúma / SC).

Jornal do Sudoeste

Categorias