Claudivino Joaquim de Oliveira

Comerciante, agricultor e Ex-vereador.

 

Filho de Francisco Joaquim de Oliveira e de Ester Maria de Oliveira, Claudivino nasceu em Rio de Contas, no Distrito de Arapiranga, em trinta de agosto de 1941 (mil novecentos e quarenta e um. Iniciou seus estudos na Escola Rural de Arapiranga; em Brumado concluiu o Supletivo no Ginásio de Brumado.

Ainda criança, trabalhou com o pai no comércio de secos e molhados em Arapiranga até os 14 anos de idade.  Mudou-se para Ibicoara e se instalou com comércio do mesmo ramo do pai, durante seis anos. No ano de 1962 mudou-se para Brumado e trabalhou na Magnesita SA, onde permaneceu por 15 anos e exerceu o cargo de Encarregado da Cooperativa de consumo dos empregados da Magnesita em Brumado Resp. Ltda., por doze anos.

Em 1967 entrou como sócio para a empresa Brumauto–Brumado Automóveis Ltda., e posteriormente, fez curso de especialização em vendas em Salvador/BA, Petrolina/PE, e João Pessoa/PB.   Desde 1968 é proprietário da fazenda Espinho em Ibicoara, onde desenvolve a cultivo do café.

Em 15 de novembro de 1982 Governo de Juracy Pires Gomes e vice – prefeito Erico dos Santos amorim, período de 1983-1988 se elegeu vereador pelo partido PMDB-Partido do Movimento Democrático Brasileiro, tendo recebido 507 (quinhentos e sete) votos se classificando como o segundo candidato mais votado de seu Partido. Para esse desiderato contou sempre com o apoio do cunhado Alípio Joaquim da Silva, Alípio da Brumauto.

No período do biênio 1983/1984, foi membro integrante da Comissão de Contas e Orçamento, no biênio de 1985/1986; foi Presidente da Comissão de Urbanismo na Câmara Municipal; ocupou a presidência da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Brumado. Foi Diretor do Hospital Municipal professor Magalhães Neto.

Foi um vereador bastante atuante. Lutou pela instalação de postos de saúde nos distritos, bem como, consultórios odontológicos e a contratação de um maior número de médicos para atendimento da população.

Preocupava-se com a população carente e fazia um trabalho de assistencialismo pagando remédios, contas de água e luz e providenciava transporte para o tratamento fora do município, encaminhava aposentadorias de idosos junto ao INSS, lutou pela melhoria do ensino no setor rural com professores diplomados; apoiou a construção do Estádio Municipal de futebol na sede; a construção de quadras esportivas em todo o município proporcionando aos desportista amplas opções de lazer. Fez indicações da construção de esgotos, visando o melhoramento sanitário da população; instalação de telefones públicos nos distritos e na sede, calçamento de vias públicas da sede, e a manutenção das estradas vicinais.

Casou-se com Júlia Novais de Oliveira e com ela teve filhos.

RESUMO POLÍTICO DE CLAUDIVINO JOAQUIM DE OLIVEIRA:

Eleito pelo PMDB para o período de 1983-1988, no governo de Juracy Pires Gomes e Vice-prefeito Erico Santos Amorim.  Ocupou a presidência da Câmara no período de 1987-1988;

Reeleito pelo PMDB para o período de 1989-1992, governo do prefeito Edmundo Pereira Santos (PMDB) e vice-prefeito Evan dos Santos Azevedo;

Novamente eleito pelo PMDB para o período de 1993-1996 no governo de Geraldo Leite Azevedo e vice-prefeito Manoel de Souza Lima. Assumiu a vice-presidência da Câmara no período de 1993-1994.

Claudivino Oliveira (Coló) ex-vereador e ex- presidente da Câmara Municipal de Brumado.

Falecimento em 10/06/2019.

A Prefeitura Municipal de Brumado decretou Luto Oficial em decorrência do falecimento do ex-presidente do Legislativo Claudivino Oliveira. Em nota, a Administração Municipal declarou que:  “é com pesar que a Administração ‘Educar para Libertar’, por meio do prefeito Eduardo Vasconcelos, vem decretar Luto Oficial de três dias em decorrência da morte de Claudivino Joaquim de Oliveira. Natural do Distrito de Arapiranga, Rio de Contas. Ele veio para Brumado e ingressou na política sendo vereador e presidente do Poder Legislativo na década de 80. Ficam aqui os sentimentos e o luto pela perca deste representante político que tanto honrou o município”.

DECLARAÇÕES DE SITES DE NOTÍCIAS DE BRUMADO:

“Faleceu no Hospital Professor Magalhães Neto, na tarde de última segunda-feira (10), devido a alterações da diabetes, o ex-presidente da Câmara Municipal de Brumado – com atuação na década de 80, Claudivino Joaquim de Oliveira, o Coló, aos 77 anos. Ele é natural do Distrito de Arapiranga, no município de Rio de Contas, na Chapada Diamantina, e deixa 5 filhos. O velório foi realizado na Câmara de Vereadores de Brumado”.

“Morreu nesta segunda-feira (10) o ex-vereador e presidente do Poder Legislativo Municipal na década de 80, Claudivino Joaquim de Oliveira, mais conhecido como “Coló”, muito querido e conhecido na cidade, Claudivino estava com 77 anos de idade.”

“Era natural do distrito de Arapiranga, município de Rio de Contas, deixa 5 filhos, 3 netos e um bisneto. O corpo está sendo velado na sede da Câmara de Vereadores e o sepultamento irá ocorrer hoje (11/06) às 16h no antigo cemitério Senhor do Bonfim.  O site Brumado Verdade solidariza junto à família enlutada neste momento de dor”.

Antônio Novais Torres

Antônio Novais Torres é comerciante aposentado, membro fundador da Academia de Letras e Artes de Brumado, membro do Conselho da Cidadania de Brumado, ex-membro do PMDB e PTB e membro do Conselho Editorial do Jornal do Sudoeste.
Categorias

Deixe seu comentário