Comissão organizadora do Campeonato Brumadense presta contas

 

Comissão Organizadora Embora a ação tenha sido política – o Governo Municipal nega – a intervenção da Prefeitura Municipal, através da Secretaria Municipal de Educação, por meio das Coordenadorias de Esporte e Cultura, para realização do Campeonato Municipal de Futebol vem se mostrando positiva.

Tendo como gestor da Comissão Organizadora o vice-prefeito Édio – Continha – da Silva Pereira (PCdoB), a competição iniciada no último dia 18 de fevereiro e prevista para encerrar em 10 de junho, contando com a participação de dez equipes {Boleiros, Botafogo, Espanhol, Feirense, Itaquaraí, Santos, Umburanas, Vila Presidente Vargas e Vitória], tem apresentado um bom índice técnico.

Coroando o trabalho realizado até aqui pela Comissão Organizadora, o vice-prefeito Édio da Silva Pereira, acompanhado do secretário municipal da Administração, João Nolasco da Costa, reuniu-se na noite da terça-feira (13), com dirigentes e representantes das equipes participantes da competição para prestar contas das receitas com bilheterias e despesas aferidas nas primeiras sete rodadas disputadas, além de apresentar a comprovação da distribuição da renda líquida entre as equipes vencedora (60%) e perdedora (40%), conforme foi definido no arbitral que definiu a realização do campeonato.

O secretário municipal de Administração, usando recursos audiovisuais, detalhou a planilha de custos fechada no último dia 4 de março, demonstrando os valores das arrecadações brutas, quantidade de ingressos doados aos clubes, idosos e deficientes, a destinação dos recursos (pagamentos feitos a porteiros, bilheteiros, trio de arbitragem, maqueiros e pessoal da limpeza), além dos valores já distribuídos aos clubes.

Nolasco concluiu sua explanação destacando que as planilhas vão estar disponíveis para os clubes e a Comissão Organizadora, a qualquer tempo, poderá prestar esclarecimentos e dirimir quaisquer dúvidas relacionadas às receitas e despesas da competição.

Segundo a planilha apresentada, o valor total de receitas nas primeiras sete rodadas da competição foi de R$ 12.770,00, enquanto as despesas foram de R$ 2.240,00, resultando em um saldo positivo de R$ 10.530,00 que foram distribuídos entre as equipes participantes. O público total nas sete rodadas foi de 2,554, sendo que 190 idosos e deficientes entraram sem pagar. Também tiveram acesso gratuito às dependências do Estádio Municipal Gilberto da Silva Cardoso 580 pessoas com ingressos da cota distribuída aos clubes.

Falando com a reportagem do JS, o presidente da Comissão Organizadora, vice-prefeito Édio – Continha – da Silva Pereira, disse que a Administração Municipal vem cumprindo com o compromisso assumido de conduzir todo o processo com a maior transparência e resgatando o direito das agremiações de ter voz e receber dividendos de suas participações.

 “Tudo que traçamos no início, quando definimos organizar a competição e discutimos com os representantes dos clubes participantes está sendo honrado, inclusive na questão financeira, com as receitas e despesas sendo controladas e apresentadas aos dirigentes, além do saldo sendo distribuídos às equipes conforme foi acordado. Estamos mudando uma cultura e implantando um modelo mais transparente e que tem a efetiva participação dos desportistas”, apontou o vice-prefeito, acrescentando que o trabalho de toda a equipe envolvida na realização da competição tem merecido aplausos. “Não poderia deixar de destacar o trabalho de todos que abraçaram a proposta de restruturação do Esporte, principalmente do Campeonato Municipal de Futebol, que tem sido fundamental para o sucesso que estamos experimentando. Ainda enfrentamos dificuldades, mas vamos continuar focados nas metas propostas e trabalhando para resgatar o nosso futebol. Estamos, não tenho dúvidas, no caminho certo”, concluiu o Édio Pereira.

Redacão Jornal do Sudoeste

Redacão Jornal do Sudoeste

Desde seu lançamento, o JS vem revolucionando a imprensa regional. Foi e continua sendo pioneiro na adoção de cores em todas as suas páginas e no lançamento de suplementos especiais que extrapolam o simples apelo comercial, envolvendo a comunidade em reflexões sobre temas de interesse geral por ocasião do Natal e dos aniversários de emancipação de municípios da sua área de abrangência de circulação.
Categorias