Estrabismo: o que é, causas e sintomas

Neste episódio a oftalmologista Dra. Flavia luz dá mais detalhes sobre o assunto

Por: Agência Brasil61

Você conhece alguém que é vesgo? Tem estrabismo? Neste episódio, a oftalmologista Dra. Flavia luz dá mais detalhes sobre o assunto.

Estrabismo é um desalinhamento, ou desvio, de um dos olhos. Eles podem ser convergentes quando os olhos ficam direcionados para o nariz, divergentes quando os olhos apontam para fora, mas podem também estar desalinhados na vertical, ou seja, um olho mais para cima ou mais para baixo.

Pode ser constante tendo os olhos desviados o tempo todo ou pode ser intermitente, ocorrer de vez em quando.  Esse problema é comum, estima-se que 4% das crianças têm estrabismo no Brasil, mas pode acometer também adultos e idosos..

Causas mais importantes

  • Congênita – o bebê nasce com o problema;
  • Doenças neurológicas como AVC, Paralisia Cerebral, tumores cerebrais;
  • Doenças infecciosas como meningite e encefalite;
  • Doenças sistêmicas como diabetes, problemas da tireoide;
  • Problemas nos olhos como baixa de visão em um olho, hipermetropia muita elevada, dentre outras.

Sintomas

Os sintomas são diferentes a depender da idade em que se manifesta. O alinhamento dos olhos permite vermos um único objeto e de forma tridimensional.

Em crianças mais velhas e em adultos o principal sintoma é diplopia, ou seja, enxergar duas imagens.

Outros sintomas comuns são: cansaço, dor de cabeça, inclinação da cabeça que às vezes a pessoa estrábica faz para enxergar melhor e perda da percepção de profundidade.

São casos urgentes de desvios oculares ou diplopia súbitos. Você deve procurar um pronto socorro.

Já as crianças podem não ter nenhum sintoma e isso merece atenção!

Vamos aprendendo a enxergar até aproximadamente 8 anos de idade. Nesse período se o estrabismo se instala, e não é tratado, o cérebro “apaga “a imagem do olho que sofreu o desvio justamente para não ver duplo. Se não for tratado, a visão do olho que desvia não se desenvolve, não aprende a enxergar. É o que chamamos de Ambliopia, que pode ser irreversível.

É por isso que os pais devem ficar atentos ao desenvolvimento da visão dos filhos pois quanto mais precoce o diagnóstico e tratamento, melhor o resultado.

Para saber mais, assista ao vídeo no Canal Doutor Ajuda.

 

Foto de Capa: Reprodução/Canal Doutor Ajuda

Jornal do Sudoeste

Os comentários são de responsabilidade de seus autores.

Deixe seu comentário

Categorias ,