Financiamento contra efeitos da crise já está disponível para empresários de três regiões do Brasil

Empresas de comércio e serviços têm prioridade para obter a linha de crédito especial; valor do empréstimo pode chegar a R$ 200 mil

 

Por Agência do Rádio Mais

 

Os pequenos empreendedores, cooperativas e informais dos estados das regiões Centro-Oeste, Norte e Nordeste já podem contratar uma linha de crédito especial do governo federal para enfrentar os impactos econômicos da covid-19. As operações começaram na última semana nas unidades da federação que estão em estado de emergência ou calamidade pública em decorrência da pandemia.

Ao todo, são R$ 6 bilhões em recursos, que têm origem nos Fundos Constitucionais. Os setores de comércio e de serviços têm prioridade para conseguir o financiamento, que pode chegar a R$ 100 mil para capital de giro ou R$ 200 mil para investimentos. A taxa de juros é de até 2,5% ao ano.

Por se tratar de uma linha de crédito especial, com condições mais vantajosas, como juros menores e prazos de vencimento e carência maiores, o reconhecimento federal dos estados é pré-requisito previsto em lei. A informação é do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), administrador dos fundos constitucionais.

Empresários, cooperativas e demais interessados no financiamento devem contratá-lo junto a um banco específico em cada região. São eles: Banco do Brasil (Centro-Oeste), Banco da Amazônia (Norte) e Banco do Nordeste.

 

Foto de Capa: Agência Brasil.

Jornal do Sudoeste

Categorias , ,