Getúlio Vargas

 

 

N 19/04/1882 e F 24/08/1954

Na minha opinião GETÚLIO DORNELLES VARGAS ao lado de JUSCELINO KUBITSCHEK DE OLIVEIRA, republicanos, foram os dois maiores estadistas do País.

TRAJETÓRIA;

1882 – 19 de abril.   nascimento de Getúlio Vargas na cidade de São Borga/Rio Grande do Sul;

1893 – Início da Revolução Federalista no Rio Grande do Sul;

1897 – Getúlio Vargas estudante em Ouro Preto/MG;

1903 – Viagem a Corumbá, em Mato Grosso, como Sargento do 25º Batalhão de Infantaria;

1903/1907 – Acadêmico de Direito em Porto Alegre;

1908 – Promotor Público Substituto, em Porto Alegre;

1909/1913 – Deputado à Assembleia Estadual do Rio Grande;

1911 – Casamento com D. Darcy Sarmanho, →Darcy Sarmanho Vargas, filha do esatancieiro e comerciante Antônio Sarmanho;

1917/1921 Reeleito Deputado à Assembleia Estadual do Rio Grande do Sul;

1922 – outubro.  é eleito Deputado Federal, assume o mandato no Rio de Janeiro, então capital da União;

1924 – Reeleito Deputado Federal;

1926 – 15 de novembro. Posse no cargo de Ministro da Fazenda, convidado pelo Presidente Washington Luís Pereira de Souza;

Deputado Federal: (1923-1926);

1927 – 17 de dezembro.  exonera-se do Ministério da Fazenda a fim de candidatar-se à Presidência [governador] do Rio Grande do Sul;

1928 – 25 de janeiro. toma posse do cargo de Presidente (governador) do Rio Grande do Sul;

1929 – É indicado candidato a presidência da República pela Aliança Liberal.  11 de julho. Carta de Washington Luís na qual declara seu candidato, Júlio Prestes, à Presidência da República para a eleição de 1930.

1930 – 2 de janeiro. Leitura da “Plataforma de Governo”, no Rio de Janeiro. 1º de março. Eleições e a Vitória da chapa oficial Júlio Prestes/Vital Soares. Derrotado, a coalisão que o apoiou considerou o pleito fraudulento, organizou um movimento e em 24 do mesmo mês se achava vitorioso. 24 de outubro, deposição do Presidente Washington Luís. Getúlio Vargas assume o governo em 3 de novembro com poderes discricionários. Tem início a Revolução nos Estados do Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Paraíba em apoio a candidatura de   Getúlio Vargas e o Vice-presidente João Pessoa. Em 26 de julho João Pessoa companheiro de chapa de Getúlio foi assassinado no Recife, por questão passional.   31 de outubro, chegada de Getúlio Vargas no Rio de Janeiro no palácio do Catete.  Getúlio Vargas é reconhecido pela junta governativa como chefe do governo provisório da República (1930-1934). Em 11 de novembro assinou o Dec. 19.398 validando como legal o governo provisório. Criou em 14 de novembro o Ministério da Educação e Saúde Pública e o Ministério do Trabalho, Indústria e Comércio;

1931 – maio.  criação do Conselho Nacional do Café. Regulamentação da Lei de Sindicalização. Em 12 de agosto Dec. 20.291 conhecido como “Lei dos 2/3”. Assina os Decretos:  em 11 de abril Estatuto das Universidades brasileira, a organização da Universidade do Rio de Janeiro, em 18 de abril a reforma do secundário

  1932 – 9 de julho. Início da Revolução Constitucionalista em São Paulo e Mato Grosso. Limite da jornada de trabalho em oito horas e regulamentação da jornada de trabalho das mulheres e menores e instituiu a carteira profissional. Promulgação do Novo Código Eleitoral em fevereiro pelo Dec. 21.076.

1933 – Em 10 de fevereiro o Conselho Nacional do Café foi transformado em Departamento Nacional do Café. 24 de abril sofreu grave acidente de automóvel em companhia da família. Em 3 de maio, anteprojeto da Constituição e eleições para Assembleia Constituinte. De julho a setembro, visita presidencial aos Estados do Nordeste. Em 15 de novembro instalou-se a Assembleia Nacional Constituinte. Criou os Institutos de Aposentadoria e Pensões e dos marítimos em   junho;

 1934 – Em 12 de julho o Dec. 24.694 adequou a organização Sindical à Constituição concedendo maior autonomia aos sindicatos. 16 de julho, promulgação da nova Constituição brasileira. Em 17 de julho Vargas foi eleito indiretamente presidente Constitucional da República com posse em 20 de julho.  Criou em julho e foi instalado em agosto o Conselho Federal do Comércio Exterior. O Instituto dos Comerciários em maio, e dos bancários em junho

1935 – Em abril fechamento da Aliança Nacional Libertadora, em abril, com base na Lei de Segurança Nacional e a prisão de muitos revoltosos comunistas.  Em maio, Viagem à Argentina, a ao Uruguai em retribuição às visitas dos respectivos presidentes Augustin Justo e Gabriel Terra;

1936 – 29 de outubro morre em São Borja D. Cândida mãe de Getúlio Vargas; novembro inaugura em Salvador, a convite do governador da Bahia Juracy Magalhães, o edifício-sede do Instituto do cacau.  Em novembro de 1936 recebe visita do Presidente Franklin Roosevelt

1937 – 10 de novembro, impedido de se candidatar pela Constituição, Getúlio Vargas deu o Golpe de Estado, com apoio do General Eurico Gaspar Dutra, Ministro da Guerra e do General Góis Monteiro Chefe do Estado-Maior do Exército em substituição da democracia política.  Cancelou as eleições e se manteve no poder. A Câmara dos Deputados, o Senado Federal, as Assembleia estaduais e a Câmaras municipais foram dissolvidos, nomeou interventores para os Estados e os que estavam no poder foram, com a concordância deles, transformados em interventores Federal, as bandeiras estaduais forma queimadas, os partidos políticos extintos. Instituiu o Estado Novo. Outorgou Nova Carta Constitucional para o Brasil;

1938 – 11 de maio. Assalto dos integralistas ao Palácio Guanabara, residência presidencial.  24 de abril, criou o Conselho Nacional do Petróleo, o Departamento Nacional de Propaganda – (DNP), que depois em 1939, foi transformado em Departamento de Imprensa e Propaganda (DIP), também em 1938. Criou em julho o Departamento Administrativo do Serviço Público (Dasp) e vários outras instituições e conselhos no período, entre outros, o Conselho Nacional de Imigração e Colonização em maio.   Indicou o político paulista Ademar de Barros com Interventor Federal no Estado.

1939 – setembro, Início da Segunda Guerra Mundial. Descoberto em Lobato/Salvador/BA petróleo, Monteiro Lobado criou o slogan: “O petróleo é nosso”.  Em 3 de abril, foi criado o Instituto de Resseguros do Brasil, em18 de   março, o Conselho de Águas e Energia Elétrica, em 29 de setembro a Comissão da Defesa da Economia Nacional. Em 27 de dezembro com o advento da Guerra, restaura o Departamento de imprensa e propaganda;

1940 – 1º de setembro, foi realizado por determinação presidencial o Censo da população do Brasil. Em 4 de março a Comissão Executiva do Plano Siderúrgico Nacional. Em 3 de outubro, Conselho Nacional de Minas e Metalurgia.  Em maio é anunciado o a Lei do Salário Mínimo e a regulamentação da Justiça do Trabalho;

1941 – 20 de janeiro.  Foi criado o Ministério da Aeronáutica. Agosto, 7 de janeiro foi indicado para a Academia Brasileira de Letras -ABL. Janeiro, Início das obras da Usina Siderúrgica de Volta Redonda (Companhia Siderúrgica Nacional) implantada em abril. Em 19 de março, o Instituto do Pinho. Em dezembro ataque japonês a Pearl Harbor, lançou   o Brasil, a apoiar, em solidariedade, aos Estados Unidos. Navios brasileiros foram torpedeados pelos alemães.;

1942 – janeiro, Rompimento das relações diplomáticas do Brasil com os países do eixo.  Sofre acidente automobilístico em 1º de maio com membros da família. Em junho Companhia Vale do Rio Doce. Em agosto, Declaração de Guerra à Alemanha, Itália e Japão.  Em 5 de outubro substitui a moeda mil-réis pelo cruzeiro como unidade monetária do País que entrou como moeda oficial em 1º de janeiro de 1943.

1943 –1º de maio, entra em vigor a Consolidação das Leis do Trabalho. 23 de outubro feneceu em São Borja o General Manuel do Nascimento Vargas, pai do Presidente da República.   24 de outubro, Manifesto dos Mineiros, assinado por várias personalidades pedindo a redemocratização do País. Em 29 de dezembro toma Posse na Academia Brasileira de Letras – ABL. No começo do ano morre seu filho caçula Getúlio Vargas Filho na cidade de São Paulo;

1944 – Após os preparativos para a organização da Força Expedicionária Brasileira (FEB), sob o comando do General João Batista Mascarenhas de Morais, embarcam para a Itália   para combater o inimigo;

1945 – Em fevereiro, Correio da Manhã divulga, início da abertura democrática. Em abril, o Governo concede anistia política. 1º de maio, Getúlio Vargas aconselha os trabalhadores a votarem no General Eurico Gaspar Dutra.  3 de outubro, Grande comício “queremista” diante do palácio da Guanabara Em 3 de outubro, cria a Companhia Hidrelétrica do São Francisco. 29 de outubro, a pressão política e os adversários, o obrigaram a Renunciar à Presidência da República. 2 de dezembro, Vitória de Dutra nas eleições desse dia. Getúlio Vargas é eleito Senador pelo Rio Grande do Sul e São Paulo e Deputado por vários Estados.

1946 – 31 de janeiro, posse do General Dutra na Presidência da República. Em 18 de setembro foi promulgada a Constituição.  Em dezembro Getúlio Vargas regressa ao Rio de Janeiro para tomar posse na cadeira de Senador pelo Rio Grande do Sul para o período de (1946-1947);

1947 – Participação de Getúlio Vargas na campanha eleitoral no Estado de São Paulo para escolha do Vice-Governador. Depois se licenciou do Senado e assume o suplente Camilo Mércio, volta para São Borja;

1950 – Em junho, Ademar de Barros proclama o apoio de seu partido à candidatura de Getúlio Vargas a Presidência da República. Em 3 de outubro Getúlio Vargas é eleito Presidente da República pelo PTB, com votação expressiva, sendo seu Vice-Presidente João Café Filho;

1951 – Em 31 de janeiro. Posse de Getúlio Vargas na Presidência da República. Indicou para Ministros os adversários políticos, Ernesto Simões Filho, diretor do jornal A TARDE/SALVADR/BA e o usineiro pernambucano Dr. João Cleofas respectivamente para as os ministérios da Educação e Agricultura. Dezembro, enviou mensagem ao Congresso Nacional na qual propunha a criação da Petrobras. O Governo promoveu o desenvolvimento e   a industrialização com a participação do Estado. Propôs a criação do Banco do Nordeste do Brasil. Fez denúncias de fraudes com referência a remessa de lucros para o exterior.  criou a sociedade por ações, Petróleo Brasileiro S.A. (Petrobras). Implantou o plano quinquenal de investimentos em indústrias de base, abrangendo várias áreas de atuações.

Em 1952 criou o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico (BNDE). O primeiro aumento do SM. Eliminou o atestado de ideologia do candidato sindical, por decreto do Ministério do Trabalho;

1953 – Em julho nomeia João Goulart para ocupar a pasta do Trabalho. 3 de outubro, criação da Petrobras aprovado pelo Dec. 2.004/1953 cuja presidência da empresa foi entregue ao General Juracy Magalhães, antigo opositor, em 1945, ao presidente;

1954 – Em fevereiro crise política com a publicação do Manifesto dos Coronéis contra o presidente e solicitando a exoneração de João Goulart do Ministério do Trabalho.  Em abril, mensagem ao Congresso Nacional propondo ao Governo a elaboração de um Plano Nacional de Eletrificação e a criação da Eletrobrás (Centrais Elétricas Brasileira S.A.). Em 01 de maio, duplicação do salário mínimo. Houve “Reação das classes conservadoras”. 05 de agosto, atentado no Rio de Janeiro contra o jornalista e político Carlos Lacerda, no episódio morre o Major da Aeronáutica Rubens Florentino Vaz. Inicia-se a crise militar. 14 de agosto Getúlio Vargas inaugura, em Belo Horizonte, a convite de JK, as instalações da fábrica Mannesmann. 23 de agosto reunião extraordinária do Ministério do Palácio do Catete, os militares, exigem a renúncia incondicional do Presidente.  O ministro da Guerra Zenóbio Costa concordara com o seu afastamento definitivo. Em 24 de agosto, manhã, o presidente Getúlio Vargas recolhe-se aos seus aposentos e suicida-se   com um tiro de revolver no coração. Assume o Vice-Presidente Café Filho o cargo de chefe do Poder Executivo. 25 de agosto. O corpo de Getúlio Vargas é enviado, para São Borja onde será sepultado no jazigo da família.

CARTA TESTAMENTO – GETÚLIO VARGAS

file:///C|/site/livros_gratis/carta_testamento.htm [19/06/2001 00:04:38]

Getúlio Vargas

Mais uma vez as forças e os interesses contra o povo coordenaram-se e novamente se desencadeiam sobre mim. Não me acusam, insultam; não me combatem, caluniam, e não me dão o direito de defesa.

Precisam sufocar a minha voz e impedir a minha ação, para que eu não continue a defender, como sempre defendi, o povo e principalmente os humildes.

Sigo o destino que me é imposto. Depois de decênios de domínio e espoliação dos grupos econômicos e financeiros internacionais, fiz-me chefe de uma revolução e venci. Iniciei o trabalho de libertação e instaurei o regime de liberdade social. Tive de renunciar. Voltei ao governo nos braços do povo. A campanha subterrânea dos grupos internacionais aliou-se à dos grupos nacionais revoltados contra o regime de garantia do trabalho. A lei de lucros extraordinários foi detida no Congresso. Contra a justiça da revisão do salário mínimo se desencadearam os ódios. Quis criar liberdade nacional na potencialização das nossas riquezas através da Petrobrás e, mal começa esta a funcionar, a onda de agitação se avoluma. A Eletrobrás foi obstaculizada até o desespero. Não querem que o trabalhador seja livre.

Não querem que o povo seja independente. Assumi o Governo dentro da espiral inflacionária que destruía os valores do trabalho. Os lucros das empresas estrangeiras alcançavam até 500% ao ano. Nas declarações de valores do que importávamos existiam fraudes constatadas de mais de 100 milhões de dólares por ano. Veio a crise do café, valorizou-se o nosso principal produto. Tentamos defender seu preço e a resposta foi uma violenta pressão sobre a nossa economia, a ponto de sermos obrigados a ceder. Tenho lutado mês a mês, dia a dia, hora a hora, resistindo a uma pressão constante, incessante, tudo suportando em silêncio, tudo esquecendo, renunciando a mim mesmo, para defender o povo, que agora se queda desamparado. Nada mais vos posso dar, a não ser meu sangue. Se as aves de rapina querem o sangue de alguém, querem continuar sugando o povo brasileiro, eu ofereço em holocausto a minha vida.

Escolho este meio de estar sempre convosco. Quando vos humilharem, sentireis minha alma sofrendo ao vosso lado. Quando a fome bater à vossa porta, sentireis em vosso peito a energia para a luta por vós e vossos filhos. Quando vos vilipendiarem, sentireis no pensamento a força para a reação. Meu sacrifício vos manterá unidos e meu nome será a vossa bandeira de luta. Cada gota de meu sangue será uma chama imortal na vossa consciência e manterá a vibração sagrada para a resistência. Ao ódio respondo com o perdão.

E aos que pensam que me derrotaram respondo com a minha vitória. Era escravo do povo e hoje me liberto para a vida eterna. Mas esse povo de quem fui escravo não mais será escravo de ninguém. Meu sacrifício ficará para sempre em sua alma e meu sangue será o preço do seu resgate. Lutei contra a espoliação do Brasil. Lutei contra a espoliação do povo. Tenho lutado de peito aberto. O ódio, as infâmias, a calúnia não abateram meu ânimo. Eu vos dei a minha vida. Agora vos ofereço a minha morte.

Nada receio. Serenamente dou o primeiro passo no caminho da eternidade e saio da vida para entrar na

 (Rio de Janeiro, 23/08/54 – Getúlio Vargas).

CONSULTAS:

Getúlio Vargas, 1883-1954.   Ensaio biográfico e organização de Maria Celina D’Araujo – Brasília: Câmara do Deputados, edição 2017;

Getúlio Vargas: Herculano Gomes Mathias – Sócio efetivo do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro; com carta testamento e os Últimos Dias de Vargas por Caros Heitor Cony;

Biografias de Personalidades Célebres, Professora Carolina Rennó Ribeiro de Oliveira, 5ª edição/1965.

 Antônio Novais Torres

antoniotorresbrumadogmail.com

Brumado, em março de 2021.  

Antônio Novais Torres

Antônio Novais Torres

Antônio Novais Torres é comerciante aposentado, membro fundador da Academia de Letras e Artes de Brumado, membro do Conselho da Cidadania de Brumado, ex-membro do PMDB e PTB e membro do Conselho Editorial do Jornal do Sudoeste.
Categorias