Inadimplente Prefeitura de vitória da Conquista não pode receber recursos do Esatado para o São João

Um lengalenga de semanas marcou o noticiário local sobre a realização ou não da festa de São João pela Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista. Após muito e desnecessário suspense, a equipe de Governo anunciou a grade marcada por atrações locais, nada que deprecie a festa. Pelo contrário.

Dominava a cena uma sonora incerteza quanto ao financiamento da festa popular – que afinal não veio. Na dúvida, no dia do lançamento da programação – ainda apostando sua última vaga esperança – o Governo Municipal fixou a marca do Governo da Bahia entre os patrocinadores.

Segundo o site Tribuna da Conquista, editado pelo jornalista Diego Gomes, a inadimplência da Prefeitura Municipal com o Governo da Bahia teria inviabilizado o apoio à festa. A Secretaria da Fazenda da Bahia, em seu Portal da Transparência do Estado, acusa a Prefeitura de Vitória da Conquista de estar inadimplente por não ter prestado contas em relação a dois convênios. O primeiro, diz respeito ao repasse de recursos da Secretaria de Desenvolvimento Urbano, através da Assessoria de Planejamento e Gestão no valor de R$ 96.192,00.

O segundo, segundo consta na certidão, foi um convênio realizado com a Secretaria Estadual de Turismo, através da Bahiatursa, no valor de R$ 100.000,00 para “cooperação técnica e financeira para viabilizar a realização do projeto São João da Bahia 2015 no município de Vitória da Conquista”. Ou seja, o São João do ano passado causou o embaraço do festa de agora. Isto porque o convênio celebrado com a Bahiatursa em 2015 serviu de aporte financeiro para a realização do São João do PeriPeri. 

Devido à não-prestação de contas, a Prefeitura de Vitória da Conquista não pôde receber recursos agora em 2016, por isso que o município demorou de fechar a grade de atrações para o São João, temendo dificuldades em não conseguir auxilio do Governo da Bahia, esclareceu o site.

Redacão Jornal do Sudoeste

Redacão Jornal do Sudoeste

Desde seu lançamento, o JS vem revolucionando a imprensa regional. Foi e continua sendo pioneiro na adoção de cores em todas as suas páginas e no lançamento de suplementos especiais que extrapolam o simples apelo comercial, envolvendo a comunidade em reflexões sobre temas de interesse geral por ocasião do Natal e dos aniversários de emancipação de municípios da sua área de abrangência de circulação.
Categorias