Inchaço nos pés: conheça as 5 principais causas

Condição pode ser um sintoma de doenças graves

Por: Redação MF Press Global

O inchaço nos pés é uma condição comum e que pode ser vista principalmente em pessoas de idade avançada. Além de promover incômodo ao paciente, ela pode representar um sintoma de uma doença grave. Portanto, fique de olho nas 5 causas mais comuns de pés inchados.

1. Insuficiência venosa

É recorrente que indivíduos que sofrem de varizes apresentarem inchaço nos pés: “quando nossas veias estão fracas, o sangue que chega nas pernas fica represado e não consegue retornar ao coração. Além do inchaço nos pés, é possível observar também inchaço em outras áreas do corpo, como tornozelos”, explica o médico especialista em cardiologia Doutor Roberto Yano. Para realizar o diagnóstico de insuficiência venosa, é necessário realizar um ultrassom venoso dos membros inferiores.

2. Insuficiência hepática

O fígado gorduroso, a chamada esteatose hepática, quando não tratada, pode evoluir para a conhecida cirrose. O paciente cirrótico tem a pressão da sua veia porta aumentada, o que dificulta o retorno venoso de sangue das pernas para o coração, ocorrendo então inchaço nas pernas e nos pés, além de facilitar o extravasamento de líquido para a cavidade abdominal, resultando em ascite (barriga d´água).

3. Insuficiência renal

Os rins desempenham funções vitais no organismo, sendo uma delas garantir a excreção de líquidos e a osmorregulação (controle das concentrações de sais nos tecidos e células):  “se a função renal do paciente está desequilibrada, o organismo não será capaz de excretar os líquidos de maneira eficiente. Quando há acúmulo de líquidos no corpo, a primeira região afetada são os pés” adverte o médico cardiologista Doutor Roberto Yano.

4. Insuficiência cardíaca

Os problemas cardíacos são capazes de gerar uma série de complicações ao paciente, dentre eles, o inchaço dos membros inferiores: “devido ao mal funcionamento do coração, principalmente do lado direito, pode ocorrer acúmulo de líquido nas pernas, que extravasa para o terceiro espaço, ocorrendo o edema de membros inferiores. O principal exame para realizar o diagnóstico desta patologia é o ecocardiograma, conhecido popularmente como ultrassom do coração”, pontua o médico Roberto Yano.

5. Obesidade

A retenção de líquidos é um sintoma comum em pacientes que sofrem de obesidade. Além disso, o obeso tem mais chances de ter insuficiência renal, insuficiência hepática e insuficiência cardíaca. Nestes casos, o mais indicado para diminuir o inchaço é o controle do sobrepeso e a prática de exercícios físicos regulares a fim de promover uma vida mais saudável e prevenir diversas patologias cardíacas e extracardíacas.

 

 

 

Foto de Capa: Divulgação

Jornal do Sudoeste

Os comentários são de responsabilidade de seus autores.

Deixe seu comentário

Categorias ,