77 3441-7081 — [email protected]

Nelson Leal defende aprofundamento da democracia

Por Ascom/Alba

O presidente do Legislativo da Bahia, Nelson Leal (PP), afirmou, em entrevista coletiva, que pretende implantar um novo jeito de administrar, aproximando mais a Assembleia da população, garantindo uma boa relação com o Poder Executivo, fortalecendo as comissões técnicas e dando celeridade às votações dos projetos dos deputados.

Foto: SandraTravassos/Agência-ALBA.

Para garantir uma administração democrática, Leal disse que “o intuito é debater in loco os problemas de uma região específica” da Bahia e também reforçar o processo legislativo. “Queremos fortalecer as Comissões, ter um diálogo permanente entre a presidência da Casa e os presidentes de Colegiados. Queremos fortalecer mais ainda o Colégio de Líderes. Enfim, a gente quer fazer a administração mais democrática. Tenho certeza que o maior privilegiado será o povo da nossa querida Bahia”, declarou.

Nelson Leal argumentou que, para além da atenção especial às proposições encaminhadas pelo Poder Executivo, será feito “um esforço sobre-humano para que os processos do Legislativo, principalmente os projetos de deputados, tenham mais celeridade nas suas votações” e afirmou que “essa será uma bandeira” da sua gestão.

Entre problemas a serem enfrentados, o chefe do Legislativo baiano admitiu que será um ano difícil por conta dos ajustes necessários para combater o déficit previdenciário do Estado. “Estamos vivendo um problema no Brasil no que tange à Previdência. Realmente, os Estados estão passando por uma crise decorrente do déficit, que vai crescendo”.

Por fim, Leal elogiou o governador, que, em seu discurso, afirmou que vai enviar Projeto de Lei à ALBA proibindo, na Bahia, a construção de barragens de rejeitos de minério como a de Brumadinho, em Minas Gerais. “A gente não pode deixar que tragédias como essa voltem a se repetir. Fiquei muito feliz com a posição enérgica do governador. Pode ter certeza de que o governador vai contar com uma tramitação extremamente célere aqui na Casa”.

 

Jornal do Sudoeste

Categorias