O medo como condição humana

A vida a todo instante nos apresenta desafios, uns maiores outros imperceptíveis, outros
deixam marcas profundas, como este tempo que estamos passando, originado por um vírus que
aflorou medos e, em algumas pessoas, pânico. Normalmente colocamos o medo como o nosso
grande inimigo a ser vencido, porém, como condição humana o estado emocional do medo atinge a
todos os humanos, cada pessoa com a sua particularidade e o seu sintoma. Algumas pessoas o medo
aparece de forma inconsciente, outras mais visíveis como as fobias e outros sintomas emocionais.
Porém, o medo é um estado emocional que de alguma maneira e forma afeta a todos, cada um a
seu modo. Logo, a nossa evolução como pessoa requer encontrar a melhor forma de viver a vida
apesar do medo.
Ao lidar com o medo, devemos começar questionando, ele é real? Ou seja, ele está
fundamentado em uma hipótese real ou é mais imaginário? Assim, eu posso compreender o que real
e ir aos poucos agindo com tudo aquilo que esta ao meu alcance. Vou citar um exemplo, se eu tenho
que palestrar em um local novo, com um assunto novo, e o medo se apresenta pra mim, eu posso
questionar, do que especificamente tenho medo? De errar? De ser criticado? De fracassar? De não
atender a expectativas? Expectativas de quem? Em contrapartida, o medo pode ser um
impulsionador para me preparar mais, me precaver diante de imprevistos que se eu não tivesse este
medo eu não teria observado e muito menos me preparado!
Em outras pessoas, o medo paralisa e impedem estas pessoas de avançarem em direção aos
seus objetivos, aos seus sonhos. Neste sentido, o medo é aumentado ainda mais, reforçando as
vezes a incapacidade destas pessoas, e diminuindo a confiança nelas mesmas. Inúmeras pessoas não
buscam os seus sonhos por estarem paralisadas diante do medo. Elas sozinhas não conseguem
avançar, e também não buscam ajuda para superar o medo. Atualmente, temos diversas técnicas
terapêuticas que podem ajudar pessoas a ultrapassar o obstáculo do medo. Você já se perguntou
porque umas pessoas tem medo de determinadas coisas e outras não? Isso significa que por meio
das nossas experiências emocionais os medos são criados no profundo do nosso inconsciente. E sim,
é possível superar qualquer tipo de medo, com empenho e nossas buscas.
Diante da vida, o medo é definido pela forma com reagimos e sentimos ele. Se aceitarmos o
medo e paralisarmos diante do novo, do desconhecido, ele guia a nossa vida, compromete as nossas
escolhas, causando sofrimento e impedindo nosso sonhos. O verdadeiro crescimento é quando
aceitamos o medo, questionando-o para saber o que é real nele, superando os desafios mesmo com
medo. Assim, é um estado emocional ao ser humano, e quando ignoramos o medo queremos ser
tudo, menos humanos, ele nos prepara para aquilo que talvez sem ele não teríamos condição de
olhar. A sua vida não pode ser guiada e paralisada pelo medo, mas o medo deve ser incluído,
acolhido, pois da forma como você olha para ele, ele poderá se tornar seu melhor amigo!

Padre Ezequiel Dal Pozzo

Categorias

Deixe seu comentário